Pista da Rodovia Fernão Dias está interditada por tempo indeterminado

Deslizamento de terra e deslocamento de viaduto na altura do quilômetro 77,5 da via que liga São Paulo a Belo Horizonte interdita a rodovia, que poderá ficar bloqueada por mais 60 dias. Desvios são longos e ruins e aumentam o custo do transporte na via

Iveco cede caminhão à Cedec (MG) para intensificar ações de enfrentamento ao período chuvoso
SP-304 está interditada no km 191
BR-163/MS começa a ser reconstruída após chuva arrancar parte da pista

A Rodovia Fernão Dias, importantíssimo corredor rodoviário que liga as cidades de São Paulo (SP) e Belo Horizonte (MG), está interditada na altura do quilômetro 79, no sentido Belo Horizonte, desde a tarde da última sexta-feira (26/02).

De acordo com informações divulgadas pela concessionária Autopista Fernão Dias, que administra o trecho, a interdição foi realizada por segurança, já que, devido a chuvas fortes, um viaduto sofreu deslizamento de terra e deslocamento, ameaçando desabar.

O diretor da concessionária, Osmar de Castro Ribeiro, alertou que, se as chuvas continuarem, o viaduto poderá desabar nos próximos dias “Se mantivéssemos a pista aberta, uma tragédia poderia ter ocorrido”, diz. Segundo Ribeiro, a concessionária está informando e orientando os motoristas. Para ir para Belo Horizonte, a alternativa é utilizar avenidas como a Sezefredo Fagundes, na Zona Norte de São Paulo, e as estradas da Roseira e Santa Inês.

Outra alternativa para acessar o trecho que segue no sentido Minas Gerais é ir pela Rodovia Presidente Dutra e em seguida a Rodovia Dom Pedro, até Atibaia.

A concessionária Autopista Fernão Dias informa que está realizando obras de emergência para liberar o fluxo de veículos, mas até o momento a rodovia segue interditada, prejudicando milhares de motoristas que necessitar passar por ela. Por dia, cerca de 10 mil caminhões transitam pela Fernão Dias nas proximidades de São Paulo.

Por: Leonardo Helou Doca de Andrade – Redação Portal Transporta Brasil

COMMENTS