Aeroportos públicos do Paraná receberam investimentos de R$ 7,4 milhões

A aplicação de recursos é parte de um programa da Secretaria dos Transportes que tem o objetivo de melhorar a infraestrutura aeroportuária no estado do Paraná

Congonhas (SP) aumenta exigência por pontualidade das empresas aéreas
Swiss oferece voos entre SP e Pequim, na China
Azul compra mais onze E-Jets 195

Os aeroportos públicos administrados pelos municípios do Paraná receberam investimentos de R$ 7,4 milhões entre os anos de 2003 e 2009. A aplicação de recursos é parte de um programa da Secretaria dos Transportes que tem o objetivo de melhorar a infraestrutura aeroportuária no estado. Mais de 60% dos terminais receberam algum tipo de obra.

Foram feitos serviços de recuperação das áreas pavimentadas, incluindo as pistas de pousos e decolagens, estacionamentos de aeronaves e veículos, acessos e a sinalização horizontal. “Trabalhamos para garantir a segurança dos usuários dos terminais. Alguns possuem grande fluxo de passageiros, de pousos e decolagens. Outros têm vocação para o transporte de cargas, atendem cooperativas e ainda UTI’s aéreas móveis”, disse o secretário dos Transportes, Rogério W. Tizzot.

Uma das maiores e mais importantes obras foi iniciada no fim de 2009. A pavimentação da pista de pousos e decolagens do aeroporto de Castro, na região dos Campos Gerais, segue até meados do primeiro semestre de 2010.
No total, serão pavimentados 48 mil metros quadrados com recursos de R$ 3,1 milhões. De acordo com o projeto, a pista terá dimensões de 1.400 metros de comprimento por 30 metros de largura. Também serão asfaltados o pátio de manobras e o acesso rodoviário. As obras estão em andamento.

A substituição da pista com revestimento de cascalho irá melhorar a segurança do terminal. “Com mais segurança, ampliamos as possibilidades de uso. Os empresários da região terão mais opção de transporte e mais uma ferramenta para seus negócios. Um terminal pavimentado é sempre um indutor de desenvolvimento econômico”, afirmou Tizzot.

Hoje, a movimentação média é de cerca de 50 pousos e decolagens ao mês, apenas com voos de passageiros, sem registro de embarque e desembarque de cargas.

Obras – além do aeroporto de Castro, o terminal de Andirá recebe obras de recuperação da pista. Neste ano, foram outros quatro terminais em obras: Pato Branco, Realeza, Goioerê e Andirá. Desde 2003, foram beneficiados ainda os aeroportos de Ibaiti, Cianorte, São Miguel do Iguaçu, Manoel Ribas, Siqueira Campos, Medianeira, Guaíra, Ponta Grossa, Francisco Beltrão, União da Vitória, Umuarama, Arapongas, Paranavaí, Apucarana, Paranaguá, Guaratuba, Siqueira Campos, Cornélio Procópio, Arapoti, Palotina e Loanda.

São 40 aeroportos públicos no Paraná. Quatro deles são administrados pela Infraero (Afonso Pena e Bacacheri, em Curitiba; Governador José Richa, em Londrina; e Cataratas, em Foz do Iguaçu) e os outros 36 pelas prefeituras.

Link para a matéria original

COMMENTS