Governo de SP inicia obras da Linha 5-Lilás do Metrô

Obras da nova linha estão sendo desenvolvidas simultaneamente com duas outras linhas

CET libera faixa reversível para carros com mais de um passageiro em SP
Veículos de transporte escolar poderão ter isenção no IPI
Câmara dos Deputados aprova prazo mínimo de três anos para prescrição de milhas aéreas

O governo do Estado de São Paulo começou nesta segunda-feira, 17 de agosto, as obras de prolongamento da Linha 5-Lilás (Capão Redondo-Largo 13) do Metrô, na região de Santo Amaro (Zona Sul), para implantação do trecho Largo 13-Chácara Klabin, com construção inicial da futura estação Adolfo Pinheiro.

Segundo o governo, com o início dos trabalhos, somado às obras da Linha 4-Amarela (Vila Sônia-Luz) e à extensão da 2-Verde (Alto do Ipiranga-Vila Madalena), a cidade de São Paulo terá, simultaneamente, obras em três linhas do Metrô.

A inauguração da estação Adolfo Pinheiro está prevista para o primeiro semestre de 2011.  Hoje, já está em operação um trecho da Linha 5, entre Capão Redondo e Largo Treze. Quando completa, em 2012, a linha irá até a estação Chácara Klabin e transportará mais de 640 mil pessoas por dia. A média atual de usuários é de 125 mil diariamente.

Serão aproximadamente 20 quilômetros de trilhos e 17 estações. Na sequência de Adolfo Pinheiro, as novas estações serão: Alto da Boa Vista, Borba Gato, Brooklin-Campo Belo, Água Espraiada, Ibirapuera, Moema, Hospital do Servidor, Vila Clementino, Santa Cruz e Chácara Klabin. O investimento nas obras de prolongamento da Linha 5 será de quase R$ 5 bilhões.

A Linha 5 seguirá pelo centro de Santo Amaro, e prosseguirá pelos eixos das avenidas Adolfo Pinheiro, Santo Amaro e Ibirapuera, continuando pela Rua Pedro de Toledo, atendendo aos bairros de Brooklin, Campo Belo, Ibirapuera, Moema, Vila Clementino, Vila Mariana e Chácara Klabin.

COMMENTS