Começa hoje a corrida para o trem expresso Guarulhos-São Paulo

A ligação entre o aeroporto e a capital, segundo o modelo previsto, deve ter cerca de 28 quilômetros, a serem percorridos durante 20 minutos por um trem elétrico

Dinheiro de concessão irá para transportes
ALL busca clientes da Ryder no Mercosul
Volkswagen lidera partipação de mercado

O projeto do trem Expresso Aeroporto, que vai ligar o centro da cidade de São Paulo ao Aeroporto Internacional de Guarulhos, começa hoje a dar sinais de que será viabilizado, com a realização da primeira audiência pública para discutir o teor da licitação com interessados, profissionais do setor e empresas que estão de olho na obra. A previsão, é de que o edital da concorrência saia no mês que vem.

O modelo escolhido para a licitação internacional, a ser divulgado durante o encontro pela Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), e que foi antecipado pelo DCI, será o de concessão onerosa, sem o pagamento de outorga (espécie de entrada), onde o grupo vencedor receberá a garantia de explorar por 35 anos a linha do aeroporto, incluindo os espaços publicitários, mas que terá de assumir a construção de uma linha que ligará Guarulhos à região Engenheiro Goulart, na zona leste de São Paulo, com custos estimados em de R$ 300 milhões, e, ao final da obra, entregá-la à CPTM.

De acordo com o que disse recentemente, Renato Viégas, coordenador de planejamento da Secretaria de Transportes Metropolitanos, a concorrência, que exigirá aportes do vencedor na casa de R$ 1,4 bilhão, deve atrair empresas de fora. “Provavelmente terá a participação internacional: os espanhóis, por exemplo, já manifestaram interesse”, revelou à reportagem. Viégas considerou que a disputa pelo expresso, pode se tornar uma prévia, da disputa pelo “Trem-Bala Rio-São Paulo”. Empresas como Alston e Siemens, manifestaram interesse pelos dois projetos.

Ele também acredita haverá a formação de consórcios, já que “as empresas têm liberdade para formar grupos, quem sabe o setor de concessões rodoviárias, em parceria com construtoras, e que também podem incluir nos grupos os próprios fabricantes de trens; vamos ver”, disse.

Percurso

A ligação entre o aeroporto e a capital, segundo o modelo previsto, deve ter cerca de 28 quilômetros, a serem percorridos durante 20 minutos por um trem elétrico, com 50% do percurso pela superfície. A expectativa é de que passagens devem custem aproximadamente R$ 28 reais, uma vez que o teto da proposta de licitação é de R$ 32 reais.

Acontece hoje a primeira audiência pública para viabilizar o trem Expresso Aeroporto, que ligará Guarulhos ao centro de São Paulo.

Link para a matéria

COMMENTS