Sul América Seguros investe no mercado de transporte de cargas

Produto apresenta garantias e serviços voltados às necessidades do segmento

Jaraguá Equipamentos Industriais investe R$ 15 mi em fábrica próxima ao Porto de Suape
Produtividade do corredor de exportação do porto de Paranaguá (PR) cresce 28%
Câmara tem 105 projetos que mudam o Código de Trânsito

A Sul América Seguros, empresa de seguros patrimoniais e automotivos, informa por meio de sua assessoria de imprensa que investe em inovações no mercado de transporte de cargas com o produto SulAmérica Caminhão.

De acordo com a empresa, o produto apresenta garantias e serviços que atenderão às necessidades deste segmento. Com um mercado em expansão e já explorado pela seguradora, o seguro para caminhão recebeu nova roupagem e está ainda mais focado nas necessidades deste “Este é um mercado potencial que apresenta um grande campo a ser explorado. Queremos oferecer um produto inovador participar deste segmento de maneira diferenciada”, afirma Carlos Alberto Trindade, vice-presidente de Auto e Massificados da SulAmérica Seguros e Previdência.

Uma das novidades está na operação de basculamento, garantia adicional que cobre prejuízos sofridos pelo caminhão basculante segurado ocasionados por acidentes durante operações de carga e descarga.

Além disso, a seguradora ampliou as opções de diárias por indisponibilidade, garantia adicional já oferecida pela companhia e que tem como intuito compensar a perda financeira pelo tempo em que o veículo ficou inativo. A garantia, que antes abrangia o período de 15 dias, foi ampliada e passa a oferecer também a opção de contratação por 30 dias, em ambos os períodos, com valores que variam de R$ 75,00 a R$ 220,00.

Novidades

A Sul América informa que algumas vantagens exclusivas foram incorporadas ao pacote. Uma delas é a parceria com a Rede BTS, da Bandag, para balanceamento e alinhamento grátis para os assegurados.

Outro benefício é o desconto adicional de 5% para peças e serviços da Rede HC Pneus (exceto pneus), nos estados de Minas Gerais, Pará, Ceará e Pernambuco.

COMMENTS