Gerdau testa caminhão elétrico da Sany em operações de mineração

Gerdau testa caminhão elétrico da Sany em operações de mineração

Caminhão chinês tem autonomia superior a 11 horas e capacidade de carga de 60 toneladas. Gerdau segue na meta de descarbonização

Diesel ficou 2,5% mais caro em setembro, segundo Ticket Log
O Actros caçula representa com pacote tecnológico
Volvo chega à marca de 4 mil ônibus na cidade de SP

A gigante brasileira produtora de aço Gerdau anunciou que realiza testes com o caminhão chinês elétrico movido a baterias Sany SKT90E fora de estrada, específico para movimentação de material em minas e sites de construção.

Segundo a Gerdau, os testes acontecem na operação de extração de minério de ferro na mina de Várzea Leste-Norte, na cidade de Itabirito, Minas Gerais. O caminhão tem zero emissão de poluentes e baixo ruído de operação e conta com motor elétrico LVKON CED21000 com potência de 740 Kw, o que equivale a mais de 900 cavalos.

Feito para a operação off-road, o caminhão tem uma báscula com 38 metros cúbicos de volume e capacidade de carga de 60 toneladas, com transmissão automática e suspensão dianteira hidropneumática. As baterias têm capacidade para 350 quilowatts-hora e são feitas com íons de lítio e ferro-fosfato de alta densidade, com velocidade de recarga estimada em 70 minutos.

Segundo a fabricante, a transmissão automática do caminhão tem fácil operação e conta com retarder como freio auxiliar, já que o caminhão tem grande capacidade de carga e peso extremo. O caminhão é conectado e equipado com uma tela central de 10 polegadas com módulo GPS para monitoramento das operações, compatível com sistema inteligente de gerenciamento de mina.

Segundo a Gerdau, o uso do veículo elétrico visa à redução do consumo de diesel nas operações de extração de minério de ferro e também à redução de gases de efeito estufa. O diretor executivo da empresa, Wendel Gomes, conta que esta é a primeira vez que a Gerdau teste um caminhão deste tipo. “Estamos satisfeitos com os resultados obtidos até o momento. Sabemos que esse é um grande passo dentro da escala industrial e está alinhado às nossas iniciativas para redução de emissão de carbono dentro de nossas operações. Já nos primeiros dias conseguimos obter resultados consistentes e tenho certeza de que essa tecnologia vai contribuir para melhorar a nossa eficiência e qualidade do trabalho”, conta o executivo.

Leo Doca – Agência Transporta Brasil (ATB)
leodoca@transportabrasil.com.br

Clique aqui para assistir a vídeos sobre transporte todos os dias na TV Transporta Brasil

+ Saiba tudo do mundo do transporte rodoviário. Curta nossa página no Facebook!
Agência Transporta Brasil – ATB

COMMENTS