Fiat Scudo completa um ano no mercado brasileiro com sucesso de vendas

Fiat Scudo completa um ano no mercado brasileiro com sucesso de vendas

Plataforma de vans e furgões médios da Fiat conquista 12% de participação de mercado e apresenta versão elétrica

Volvo inaugura centésima concessionária de caminhões e ônibus no Brasil
Volvo tem caminhões e ônibus para alugar no Brasil
FM Logistic projeta dobrar faturamento no Brasil em três anos

A Fiat está celebrando um ano de lançamento de sua plataforma de vans e furgões leves Scudo, veículos com peso bruto total abaixo de 3,5 toneladas que podem ser conduzidos por motoristas habilitados com CNH categoria B. Segundo a fabricante, o Scudo, lançado em junho do ano passado, completa seu primeiro aniversário com bom desempenho de vendas, com 1.753 emplacamentos até 30 de junho, segundo números da Fenabrave.

Esse resultado dá ao Scudo uma participação de 12% de participação de mercado entre os furgões, ficando em segundo lugar entre os mais vendidos, à frente do Ford Transit e perdendo apenas para o Renault Master, de acordo com o levantamento da Fenabrave.

“Um importante capítulo na história de sucesso da Fiat com seus veículos comerciais, o Scudo segue surpreendendo cada vez mais, tanto em números de mercado como os clientes. E não é para menos, já que ele traduz a versatilidade e inovação da marca e é do tamanho certo para o negócio de milhares de brasileiros. Além disso, o modelo marcou a estreia do Fiat Professional, um projeto que chegou para suprir as expectativas dos clientes deste segmento e trazer agilidade no atendimento, o que de fato cumpriu, tanto é que até hoje segue sendo a referência da categoria”, destaca Herlander Zola, vice-presidente sênior da Fiat na América do Sul.

Características principais

O furgão é equipado com motor Fiat Diesel Turbo Blue HDI Euro 6 de 1,5 litro que desenvolve potência de até 120 cavalos e torque de até 305 Nm. O propulsor tem quatro cilindros em linha e conta com aspiração por turbocompressor, que você consegue ouvir trabalhando com sutileza enquanto roda. A entrega de torque nas arrancadas e retomadas proporcionada pelo turbo é forte e imediata.

Por ser Euro 6 e atender às normas de emissões em vigência, o veículo utiliza a tecnologia SCR de redução catalítica e tem tanque de Arla 32 de 18,7 litros. O tanque de diesel tem 69 litros de capacidade, o que confere ao furgão uma autonomia superior a 780 quilômetros, principalmente com a média que registramos no teste, que foi de 12,3 quilômetros por litro de diesel consumido.

O câmbio é manual, de seis marchas, com alavanca bem ergonômica integrada ao painel. A transmissão do Scudo parece ser bem dimensionada para o tráfego urbano. As três primeiras marchas são reduzidas, o que leva o motorista a utilizar bastante a quarta, a quinta e a sexta, mesmo na cidade. Em lugares como São Paulo, onde a velocidade máxima permitida nas vias principais é de 50 km/h, esta característica faz com que se rode na cidade usando a quarta e a quinta marchas, o que promove uma boa eficiência ser perda de performance. Elas trabalham como se fosse um overdrive. E, falando nisso, a sexta marcha é um overdrive genuíno, com um intervalo bem longo na curva de torque. A tração do Fiat Scudo é dianteira.

A dirigibilidade é muito boa. A posição de dirigir é confortável, mesmo que não sobre muito espaço no cockpit para pessoas com mais de 1,90 metro, o que é o caso do repórter que vos fala. Mesmo assim, o banco, o descanso para o braço, o espaço interno e o modo de posicionamento do volante ajudam muito a passar o dia todo rodando sem se cansar muito.

CONFIRA NOSSO TESTE COM O FIAT SCUDO PELAS RUAS DE SÃO PAULO

Leo Doca – Agência Transporta Brasil (ATB)
leodoca@transportabrasil.com.br

Clique aqui para assistir a vídeos sobre transporte todos os dias na TV Transporta Brasil

+ Saiba tudo do mundo do transporte rodoviário. Curta nossa página no Facebook!
Agência Transporta Brasil – ATB

COMMENTS