Viação Cometa vai testar ônibus a gás da Scania

Viação Cometa vai testar ônibus a gás da Scania

Grupo JCA, dono da empresa, aposta na sustentabilidade e estuda a viabilidade operacional do veículo movido a GNV fabricado no Brasil pela Scania

Governo do Paraná confirma a vinda da Tatra Trucks para o Brasil
Os protagonistas de 2018
Transportadora paulista compra 43 caminhões Volkswagen

A Viação Cometa, do Grupo JCA, anunciou nesta sexta que vai realizar testes com o chassi de ônibus Scania movido 100% a Gás Natural Veicular ou Biometano. A empresa não é a primeira a testar a novidade, que já roda com carroceria Marcopolo na Turis Silva, mas a iniciativa representa a entrada de uma nova tecnologia em uma viação de alta densidade, com viagens rodoviários para diversos destinos no Sul e Sudeste do Brasil.

De acordo com a Scania, a Viação Cometa vai testar o chassi K 320 4×2 movido a GNV, provavelmente com carroceria Busscar, em trechos rodoviários dentro do Estado de São Paulo. A expectativa é que o Grupo JCA comece a utilizar o ônibus em 2022.

Apesar da preocupação dos operadores com a falta de estrutura de abastecimento com gás nas rodovias brasileiras, o modelo de negócio passa por uma prova de conceito importante nas mãos da JCA, que vai contribuir para a expansão desse tipo de combustível alternativo.

Ele tem oito cilindros de gás na lateral dianteira com uma autonomia de 300 km. Segundo a Scania, e de acordo com o que já foi constatado nos caminhões a gás, o modelo de ônibus a gás da marca tem desempenho similar ao do veículo movido a diesel. Além disso, a Scania atesta que a tecnologia é segura e informou que os tanques são revestidos com material especial ultra reforçado para garantir que não haja qualquer acidente por causa da alta pressão, seja em movimento ou durante o abastecimento.

Clique aqui para conhecer nosso conteúdo no Facebook

Leo Doca – Agência Transporta Brasil (ATB)
leodoca@transportabrasil.com.br

+ Saiba tudo do mundo do transporte rodoviário. Curta nossa página no Facebook!
Agência Transporta Brasil – ATB

COMMENTS