Iveco está com fome de Brasil

Iveco está com fome de Brasil

Fabricante foi a montadora full liner que mais cresceu no ano e ataca com novos produtos para o mercado brasileiro, pensando nos motores a gás

Mercedes-Benz entrega 90 ônibus para empresa de Minas Gerais
Um caminhão que inspira rodar pelo mundo
RTE Rodonaves celebra 40 anos de operações

A Iveco comemora o que talvez seja o seu melhor momento desde a retomada ao mercado brasileiro, em 1997. No ano passado, registrou crescimento de 30% enquanto o mercado caiu 11% e, sob a tutela do presidente Márcio Querichelli, se prepara para morder alguns pedaços do mercado brasileiro. “São resultados de um trabalho de longo prazo, em mais de 20 anos da marca no país”, afirma o líder da empresa na América do Sul.

E o momento realmente coloca a marca em destaque no cenário nacional. Presente com concessionárias em todos os Estados brasileiros, menos Rondônia, que já está com negociação, a rede de concessionárias quer chegar a 100 unidades até o final do ano e produtos novos estão por vir, tanto em caminhões, quanto em ônibus.

Márcio Querichelli, presidente da Iveco América do Sul

“Reforçamos nossa equipe de ponta com mais de 800 novos colaboradores que mantém a marca nesse movimento contínuo para proporcionar ao mercado produtos alinhados com a linha global da Iveco, por exemplo, no desenvolvimento de modelos movidos a combustíveis alternativos. Isso inclui também o pós-venda e, para isso, nosso esforço continua na ampliação da gama de serviços e dos pontos de atendimento em 100% dos estados brasileiros”, celebra Querichelli.

Apetite de mercado

Remando em favor das tendências mundiais, a Iveco quer também participar do mercado de caminhões movidos a energias alternativas no Brasil, hoje liderado por Scania e Volkswagen. “Estamos com nossa lição de casa feita no Brasil e chegou o momento de buscar tecnologias de energia mais limpa. Temos expertise nesse tipo de tecnologia e, agora, chegou a vez de trilharmos esse caminho, irreversível, rumo à sustentabilidade aliada à rentabilidade da operação do cliente. Com orgulho lançamos o novo programa Brasil Natural Power, que vai desenvolver e adaptar nossa expertise global em combustíveis alternativos para os segmentos e condições brasileiras. Seremos a marca com a melhor e mais completa solução nesta área para nossos clientes”, completa o executivo.

Além dos caminhões movidos a gás para o ano que vem, Querichelli também prometeu que o modelo 2022 do novo Daily será já compatível com a tecnologia Euro 6 de regras e limites de emissões. Além disso, para competir mais “enxuta” no mercado, a marca se desvincula do Grupo CNH para atuar com Iveco, Iveco Bus, Iveco Defense Vehicles, Magirus e FPT, deixando as máquinas agrícolas e de construção para outros departamentos do grupo.

Confira nas próximas reportagens durante a semana os destaques da Iveco com seu lançamento para o mercado de caminhões coletores de lixo e também o apetite da marca para o mercado de ônibus, em uma entrevista exclusiva com o diretor da Iveco Bus, Danilo Fetzner.

Clique aqui para conhecer nosso conteúdo no Facebook

Leo Doca – Agência Transporta Brasil (ATB)
leodoca@transportabrasil.com.br

+ Saiba tudo do mundo do transporte rodoviário. Curta nossa página no Facebook!
Agência Transporta Brasil – ATB

COMMENTS