Tecnologia ZF é a estrela dos extrapesados brasileiros com a TraXon

Tecnologia ZF é a estrela dos extrapesados brasileiros com a TraXon

Já são mais de 7.500 transmissões TraXon feitas no Brasil e instaladas nos caminhões extrapesados brasileiros fabricados pela DAF e pela Volkswagen

Azul oferece malha doméstica para a distribuição gratuita das vacinas para Covid-19
Caminhão elétrico da JAC começa a ser vendido
TransMaroni chega a 50 caminhões Scania movidos a gás na frota

A transmissão automatizada para o transporte pesado conquistou o mercado brasileiro em pouco tempo. Em menos de dez anos, a indústria nacional passou de zero por cento de cavalos mecânicos extrapesados equipados com transmissão automatizada para 100%. A ZF, fabricante nacional das caixas, participou ativamente deste processo, primeiro com a transmissão AStronic e, agora, com a TraXon.

A queridinha do mercado

Com sua versatilidade e atributos que agradam os motoristas e também os gestores de frota, entregando conforto, agilidade e bom desempenho no consumo, a TraXon tem uma arquitetura nova que só foi introduzida no Brasil em larga escala no ano passado. Mas ela já havia participado do mercado brasileiro, nos caminhões da finada Ford. Hoje, as caixas TraXon da ZF equipam os caminhões fabricados pela DAF, das linhas CF e XF e também os Volkwagen Constellation e Meteor em diversas versões de cavalagem de motor e Peso Bruto Total.

Até o momento, segundo a ZF, o Brasil já fabricou e montou 7.500 transmissões TraXon. “A Transmissão TraXon teve uma excelente resposta do mercado. A relação custo x benefício dos lançamentos dos caminhões DAF e VWCO com a TraXon alavancou fortemente a produção e vendas. O aceite foi tão positivo que, em um curto espaço de tempo, atingimos níveis de produção acima de 2019, algo inédito em lançamentos passados. A produção ZF vem acompanhando esta demanda e, como todo o mercado, trabalhamos diariamente para mitigar os desafios relacionados a microprocessadores e outros componentes da cadeia produtiva”, conta Silvio Furtado, diretor de Vendas e Negócios da ZF América do Sul.

Silvio Furtado, da ZF

Por conceito, a TraXon é uma transmissão com projeto modular, que permite diversas configurações e montagens. Além disso, ela trabalha com um software e instruções eletrônicas programadas e criadas pela própria ZF, ajudando o computador a “conversar” com os robôs que fazem as operações milimétricas de trocas de marcha e relações com o torque do motor.

Entregas em dia

Segundo o executivo da ZF, assim como toda a indústria automobilística mundial, a fabricante da TraXon tem sofrido com os efeitos deletérios da crise do vírus em sua produção, mas, mesmo assim, tem conseguido gerenciar sua produção e seu abastecimento de insumos para fazer suas entregas em dia. “A questão de componentes eletrônicos é a mais crítica no momento. Para fazer frente a esse problema, dialogamos diariamente com nossos fornecedores e clientes sobre o assunto para tentar minimizar ao máximo impactos na produção e entrega, mas sabemos que se trata de algo sistêmico. O lado positivo é que há décadas a ZF mantém um ótimo relacionamento com seus parceiros na região. Isso faz com que tenhamos cooperação, colaboração e confiança mútua diante da situação atual”, explica Furtado.

Leo Doca – Agência Transporta Brasil (ATB)
leodoca@transportabrasil.com.br

+ Saiba tudo do mundo do transporte rodoviário. Curta nossa página no Facebook!
Agência Transporta Brasil – ATB

COMMENTS