DHL testa Volvo FH elétrico na Suécia

DHL testa Volvo FH elétrico na Suécia

Empresa global aposta na eletrificação como forma de reduzir os impactos do transporte no meio ambiente. No Brasil, a DHL Express já opera com carros elétricos e testa um caminhão urbano movido a baterias

Aos 50 anos, Librelato lança implementos inovadores na Fenatran
Plantão Covid-19 – episódio 11 – Os impactos na logística: ao vivo com a Logweb
Mercedes-Benz estreia conceito de Van Center no Ceará

A DHL segue com sua política e eletrificação de suas frotas terrestres para reduzir o impacto ambiental de suas operações. Agora, a empresa anunciou que vai testar na Suécia um caminhão extrapesado modelo FH da Volvo 100% movido a eletricidade.

Lá longe

Segundo a Volvo, o caminhão tem Peso Bruto Total de 60 toneladas e consegue operar com a transferência de cargas pesadas com viagens entre dois terminais da DHL, nas cidades suecas de Gotemburgo e Jönköping, distantes 150 quilômetros. Os testes começam agora em março e deverão oferecer dados para formar a rede de transporte eletrificado da empresa e ajudar na decisão de onde instalar os principais pontos de recarga para os caminhões. As viagens serão diárias e os testes vão coletar dados como a distância e o peso transportado por recarga.

“Nossa meta é reduzir para zero todas as emissões relacionadas à logística. Números importantes já foram atingidos: a eficiência em CO2 de nosso Grupo já melhorou 35%, em comparação com 2007. Porém, precisamos de soluções tecnológicas inovadoras e parcerias fortes para permanecer nessa jornada. Tenho certeza de que nossa forte cooperação com a Volvo Trucks, uma das maiores marcas de caminhões do mundo, nos ajudará a alcançar nossas ambiciosas metas ambientais”, diz Uwe Brinks, CEO da DHL Cargas.

“O ramo dos transportes está mudando rapidamente e ser sustentável é uma vantagem comercial cada vez mais importante para nossos clientes. Oferecemos soluções em transportes eficazes, que ajudam numa transição mais rápida para combustíveis de origem não fóssil, como a energia elétrica. Temos uma longa relação com a DHL. Seu conhecimento amplo e global em logística nos permite estudar as condições necessárias para progredir com essa mudança de tecnologia, adaptando-a para atender as necessidades dos clientes e de seus diversos tipos de operações,” afirma Roger Alm, presidente da Volvo Trucks.

De acordo com o presidente Alm, o compromisso da Volvo é ter toda a linha de caminhões livre de combustíveis fósseis até o ano de 2040.

Aqui perto

No Brasil, a DHL Supply Chain usa os veículos Renault Kangoo Z.E. elétricos. O Kangoo Z.E. tem motor elétrico de 44kW (60 cv) com uma autonomia de 200 quilômetros e capacidade de carga de 670 quilos. Eles rodam pelo interior de São Paulo e Rio de Janeiro. Os veículos são destinados a entregas urbanas, de pequenos volumes e baixa concentração, sendo utilizados especialmente em caixas e pacotes com destino a shopping centers, lojas de rua e farmácias.

Além disso, a DHL também está testando um caminhão com Peso Bruto Total de 7,5 toneladas 100% elétrico, o iEV1200T, da JAC Motors. O caminhão leve tem 200 km de autonomia, obtidos por intermédio de baterias de fosfato de ferro-lítio com 97 kWh de carga máxima.

Leo Doca – Agência Transporta Brasil (ATB)
leodoca@transportabrasil.com.br

+ Saiba tudo do mundo do transporte rodoviário. Curta nossa página no Facebook!
Agência Transporta Brasil – ATB

COMMENTS