Caminhoneiro é preso por violência contra mulher no interior paulista

Caminhoneiro é preso por violência contra mulher no interior paulista

Polícia Rodoviária Federal foi acionada após a vítima postar um alerta nas redes sociais: uma foto de sua mão com uma marca em X vermelha. Denuncie a violência contra a mulher!

Plantão Covid-19 – episódio 21 – Ações da Polícia Rodoviária Federal: atualização
Ford Cargo 1119 foi o pulo do gato
Mesmo idioma, novo sotaque para o Mercedes-Benz Vito

Um caso de violência contra a mulher e cárcere privado a bordo de um caminhão foi desvendado pela Polícia Rodoviária Federal nesta quinta-feira (26). De acordo com a PRF, o fato aconteceu na cidade de Bady Bassitt, no interior de São Paulo, no km 78 da rodovia BR 153.

“Um pedido de socorro feito por uma mulher de 38 anos nas redes sociais motivou a PRF de São José do Rio Preto a prender um caminhoneiro de 41 anos por agredir sua esposa e mantê-la em cárcere privado na cabine do caminhão”, diz o comunicado da Polícia.

Pedido de socorro

De acordo com o Inspetor Flávio Catarucci, da PRF, os policiais receberam um pedido de ajuda por meio de vários compartilhamentos das imagens das postagens que a vítima fez nas redes sociais, relatando as agressões sofridas. “O casal mora em Anápolis, Goiás. O marido é caminhoneiro e retornava de uma viagem que fez com a esposa a Santa Catarina. Ela informou que vinha sofrendo sucessivas agressões por parte do companheiro e, em um gesto de desespero, fez várias postagens nas redes pedindo socorro. Ela desenhou uma cruz vermelha na palma da mão em forma de pedido silencioso de ajuda. Foi assim que a PRF chegou até o caso”, conta o policial, em boletim de Comunicação.

Com os dados da placa do caminhão, os policiais rodoviários federais foram à estrada para fazer a abordagem e, momento da chegada, encontraram a vítima com sinais de violência no rosto. “O caminhoneiro foi conduzido à delegacia de Polícia de Bady Bassitt, onde foi preso em flagrante por cárcere privado e violência doméstica. Ele já estava respondendo a outros inquéritos policiais pelo mesmo crime, porém não havia medida protetiva contra ele. O caminhão foi retido e ficará à disposição da empresa. A mulher passou por exame de corpo de delito e foi liberada. O homem foi recolhido à prisão”, conclui a PRF por meio de nota

A corporação alertou que monitora as redes sociais em busca de pedidos silenciosos de ajuda como este e dá uma orientação à população: “Marquem as redes sociais da PRF ao compartilhar pedidos de ajuda como este. Isso vai facilitar a identificação e levar ao resgate de pessoas em situação de risco”.

Denuncie a violência!

DISQUE 180

Leo Doca – Agência Transporta Brasil (ATB)
leodoca@transportabrasil.com.br

+ Saiba tudo do mundo do transporte rodoviário. Curta nossa página no Facebook!
Agência Transporta Brasil – ATB

COMMENTS