Governo paulista libera escolta credenciada para cargas indivisíveis

Governo paulista libera escolta credenciada para cargas indivisíveis

Nova regra agiliza o escoamento de grandes carregamentos e libera a Polícia Militar Rodoviária para cuidar da segurança das rodovias

Como fica a vacinação contra Covid-19 para os motoristas e profissionais do transporte?
Tocantins ganha nova concessionária da Volkswagen Caminhões e Ônibus
Marcopolo e Mercedes-Benz fazem venda de ônibus para o Uruguai

Uma nova regra vai entrar em vigor no transporte rodoviário de cargas no Estado de São Paulo. A Secretaria de Logística e Transportes acaba de autorizar a escolta privada e credenciada para o trânsito de cargas nas rodovias paulistas.

Na prática, a medida libera a Polícia Rodoviária da função de escoltar cargas especiais e agiliza o transporte cargas de grande porte que segue principalmente para o Porto de Santos. A portaria com a autorização foi publicada no Diário Oficial de 05 de dezembro de 2020.

Como era antes

Antes da medida, a Polícia Militar Rodoviária era obrigada a fazer o acompanhamento do transporte de cargas indivisíveis. Somente em 2020 a polícia paulista recebeu 287 pedidos para este tipo de trabalho.

A escolta obrigatória em rodovias estaduais e concedidas é necessária para conjuntos transportadores com cargas indivisíveis com as seguintes especificações: maior ou igual a 100 toneladas, largura maior ou igual a 4,50 metros, altura maior ou igual a 5,30 metros, e comprimento maior ou igual a 35 metros.

Para que o tráfego destes veículos seja permitido, o DER emite as AETs (Autorizações Especiais de Tráfego), que podem ser solicitadas por meio do site www.der.sp.gov.br, e também de forma presencial, com agendamento, na sede do órgão, na capital paulista.

Clique aqui para conhecer nosso conteúdo no Facebook

Leo Doca – Agência Transporta Brasil (ATB)
leodoca@transportabrasil.com.br

+ Saiba tudo do mundo do transporte rodoviário. Curta nossa página no Facebook!
Agência Transporta Brasil – ATB

COMMENTS