Governo paulista libera escolta credenciada para cargas indivisíveis

Governo paulista libera escolta credenciada para cargas indivisíveis

Nova regra agiliza o escoamento de grandes carregamentos e libera a Polícia Militar Rodoviária para cuidar da segurança das rodovias

Ford Cargo 1119 foi o pulo do gato
Plantão Covid-19 – episódio 28 – Saúde mental: psiquiatra da Scania ao vivo
AEA se prepara para Fase II do Rota 2030

Uma nova regra vai entrar em vigor no transporte rodoviário de cargas no Estado de São Paulo. A Secretaria de Logística e Transportes acaba de autorizar a escolta privada e credenciada para o trânsito de cargas nas rodovias paulistas.

Na prática, a medida libera a Polícia Rodoviária da função de escoltar cargas especiais e agiliza o transporte cargas de grande porte que segue principalmente para o Porto de Santos. A portaria com a autorização foi publicada no Diário Oficial de 05 de dezembro de 2020.

Como era antes

Antes da medida, a Polícia Militar Rodoviária era obrigada a fazer o acompanhamento do transporte de cargas indivisíveis. Somente em 2020 a polícia paulista recebeu 287 pedidos para este tipo de trabalho.

A escolta obrigatória em rodovias estaduais e concedidas é necessária para conjuntos transportadores com cargas indivisíveis com as seguintes especificações: maior ou igual a 100 toneladas, largura maior ou igual a 4,50 metros, altura maior ou igual a 5,30 metros, e comprimento maior ou igual a 35 metros.

Para que o tráfego destes veículos seja permitido, o DER emite as AETs (Autorizações Especiais de Tráfego), que podem ser solicitadas por meio do site www.der.sp.gov.br, e também de forma presencial, com agendamento, na sede do órgão, na capital paulista.

Clique aqui para conhecer nosso conteúdo no Facebook

Leo Doca – Agência Transporta Brasil (ATB)
leodoca@transportabrasil.com.br

+ Saiba tudo do mundo do transporte rodoviário. Curta nossa página no Facebook!
Agência Transporta Brasil – ATB

COMMENTS