Frete rodoviário cresce 10% no agro em 2020

Frete rodoviário cresce 10% no agro em 2020

Levantamento da Repom mostra que, mesmo com a crise, o volume de fretes no agronegócio aumentou em comparação com os sete primeiros meses do ano passado

Grupo Daimler cria empresa para desenvolver células de combustível
ZF preserva biomassa ao reutilizar pallets em suas fábricas paulistas
Os protagonistas de 2018

Apesar da crise do vírus, que assola a economia de diversos segmentos, o transporte rodoviário de cargas no agronegócio está prosperando. Segundo um levantamento feito pela Repom, o Índice de Fretes e Pedágios Repom (IFPR), em julho, o agronegócio demandou 8,6% mais fretes do que no mesmo mês do ano passado.

Se comparamos o volume de fretes no acumulado do ano, até 31 de julho, a variação é de 10% a mais, ou seja, existem mais cargas do agro rodando do que no ano passado.

Varejo também em alta

No varejo e na indústria, o índice da Repom mostra crescimento também. Em julho, estes setores demandaram 7,8% mais fretes do que no mesmo mês em 2019. “Ao comparar a média dos dias do mês de julho com o período pré-pandemia, é possível notar um aumento na demanda de 2,1%. O dado mostra o reaquecimento e a retomada das atividades, já que, em junho, tivemos uma queda de 2,1%”, afirma Thomas Gautier, Head de Mercado Rodoviário da Edenred Brasil, dona da marca Repom.

Ainda de acordo com os números da Repom, no acumulado de janeiro a julho, comparando 2019 com 2020, houve um crescimento de 6,7% nas operações em geral, o que confirma uma estabilidade frente ao compilado até junho, além de um forte retorno da economia para estes setores. A previsão de aumento na demanda por frete para este ano, se não fosse a pandemia, seria em torno de 10%. Nas rotas portuárias, o destaque ficou por conta de destinos como Paranaguá, que cresceu 58%, Miritituba, com 22%, e Santos, com aumento representativo de 23%.

O estudo mostra ainda que o tráfego de veículos apresentou queda média de 12,7% em julho comparado com o período pré pandemia. Ainda assim, já apresenta melhora de 10 pontos percentuais frente a junho (23%) e uma melhora de 14 pontos percentuais nos últimos dois meses (27%).

Clique aqui para conhecer nosso conteúdo no Facebook

Leo Doca – Agência Transporta Brasil (ATB)
leodoca@transportabrasil.com.br

+ Saiba tudo do mundo do transporte rodoviário. Curta nossa página no Facebook!
Agência Transporta Brasil – ATB

 

COMMENTS