Uma breve história dos caminhões

Uma breve história dos caminhões

O caminhão é uma peça muito importante na História da Humanidade

Volvo vende 50 ônibus articulados para cliente no Caribe
Editorial – Que Fenatran!
Actros é o caminhão mais vendido da Mercedes até agora

Essenciais para a vida moderna, responsáveis pela distribuição e pelo transporte de praticamente tudo que se usa e vê, o caminhão é uma peça muito importante na História da Humanidade. Seu advento permitiu que o homem fosse mais longe, construísse maior, consumisse mais, ousasse mais em sua aventura de existência.

E o começo dessa história passa por uma das maiores revoluções da humanidade: a invenção do motor a combustão interna. Com o advento do motor a combustão, capaz de tracionar muitas vezes o peso que um cavalo de carga é capaz, esse período fica marcado como o grande nascimento do transporte por caminhões no mundo.

Claro que o transporte de cargas já existia, mas era feito por meio de tração animal e a Revolução Industrial permitiu o desenvolvimento da tecnologia a vapor, surgindo o primeiro veículo que não precisava da força de homens ou cavalos para se mover.

Em 1895 o alemão Karl Benz desenhou e construiu o primeiro caminhão da história que usava um motor de combustão interna (diferente do motor a vapor do fartier). No mesmo ano o ele modificou o projeto e criou o primeiro ônibus motorizado da história.

No ano seguinte Gottlied Daimler criou outro veículo de carga a combustão interna. O caminhão tinha um motor ciclo Otto (não movido a diesel e sim a gasolina), de 4 cavalos e dois cilindros. Tinha duas marchas a frente e uma atrás. Sua capacidade de carga era de 1,5 toneladas. Foi vendido no dia 1o de outubro de 1896 para o British Motor Syndicate Ltd, na Inglaterra.

Depois do primeiro caminhão, a evolução deles foi rápida, em poucos anos a potência mais que dobrou, mas ainda eram uma peça única. O primeiro implemento acoplado a uma unidade tratora foi registrado nos Estados Unidos. O escocês Alexander Winton viu sua produção de carros crescer rapidamente nos EUA e não tinha como entregar as unidades em localidades distantes. A necessidade o fez criar o que podemos chamar de primeiro caminhão cegonha do mundo. Uma espécie de carroça/ plataforma, mas ao invés de ser acoplada em um cavalo, era acoplada em um veículo já motorizado. Em menos de um ano, além do uso próprio, já vendia seu “implemento” para outras empresas.

Depois disso, a evolução e a necessidade de carregar cada vez mais cargas fizeram com que chegássemos ao que temos atualmente, uma indústria em pleno vigor, que já está passando para uma nova era, a era dos motores elétricos e que usam energia limpa. É o próximo capítulo desta história.

Leo Doca – Agência Transporta Brasil (ATB)
leodoca@transportabrasil.com.br

+ Saiba tudo do mundo do transporte rodoviário. Curta nossa página no Facebook!
Agência Transporta Brasil – ATB

COMMENTS