Salgadinhos e refrigerantes movidos a gás

Salgadinhos e refrigerantes movidos a gás

Em momento histórico, Scania bate recorde e vende 18 caminhões a gás para a operação da PepsiCo para transportar alimentos e bebidas Brasil afora

Iveco faz grande venda de caminhões movidos a gás na Argentina
Plantão Covid-19 – episódio 58 – Primeiros caminhões a gás do Brasil
Scania 50 vezes gaseificada

Eles superaram a própria marca. A Scania bateu seu recorde de vendas de caminhões a gás no Brasil e acaba de fechar negócio com a PepsiCo para a aquisição de 18 unidades para a operação nacional da fabricante de alimentos e bebidas.

Os caminhões vão participar das operações de abastecimento da PepsiCo em todo o Brasil. “O objetivo das empresas é a transição para um sistema de transporte mais sustentável. A Scania vem liderando esta transformação. Para nós, não existe apenas um modelo sustentável e cada país adotará as tecnologias que melhor se encaixam em sua realidade. Para o Brasil, o ‘Aqui e Agora’ é o caminhão movido a GNV e/ou biometano”, diz Roberto Barral, vice-presidente das Operações Comerciais da Scania no Brasil. “A Scania está empenhada em apoiar seus clientes com soluções rentáveis que contribuam com a sustentabilidade nos âmbitos econômico, ambiental e social.”

Testes e resultados

A PepsiCo testou um modelo a gás da Scania no final do ano passado por um mês. Segundo a empresa, o torque dos caminhões da nova geração movidos a gás superou o dos modelos da geração anterior e houve redução de 20% no consumo de combustível. Além disso, também foi registrada a redução de 20% no nível de ruído da cabine na versão a gás e os motoristas da empresa consideraram a direção do modelo novo igual à dos similares a diesel. “A PepsiCo foi a primeira do setor a fazer testes com o caminhão movido a gás natural e uma das primeiras a testar veículos elétricos, o que demonstra a nossa preocupação em liderar a transição para uma alternativa de transporte cada vez mais sustentável. Temos o orgulho de anunciar medidas concretas, que se somam às outras que já possuímos, para contribuir consideravelmente para atingirmos a nossa meta global de redução em 20% das emissões de CO2 até 2030”, diz Eduardo Sacchi, diretor sênior de Supply Chain da PepsiCo Brasil

Dois modelos, 18 unidades

A compra da PepsiCo inclui, entre os 18 caminhões, 10 modelos G 340 4×2 e oito R 410 6×2). “O período de testes foi fundamental para que pudéssemos ter resultados efetivos e uma decisão de compra assertiva, com destaque para a alta redução na emissão de poluentes, a diminuição de ruídos e as rotas com maior equilíbrio de custos e disponibilidade para reabastecimentos”, ressalta Eduardo Sacchi.

De acordo com a Scania, os novos caminhões movidos a gás natural veicular (GNV) e/ou biometano são vocacionados para médias e longas distâncias. Seus motores são Ciclo Otto (o mesmo conceito dos automóveis) e 100% a gás e biometano, ou mistura de ambos. Os motores não são convertidos do diesel para o gás, têm garantia de fábrica, tecnologia confiável e segura, com desempenho consistente e força semelhante ao caminhão a diesel. Além de serem 20% mais silenciosos.

Scania vende 18 caminhões a gás para a PepsiCo

Confira este momento histórico do transporte de cargas brasileiro: a Scania acaba de fazer sua maior venda de caminhões movidos a gás e vai operar nas linhas nacionais da PepsiCo com os veículos da nova geração@scaniabrasil #pepsico @pepsico #agenciatransportabrasil

Posted by Transporta Brasil on Friday, June 5, 2020

Clique aqui para conhecer nosso conteúdo no Facebook

Leo Doca – Agência Transporta Brasil (ATB)
leodoca@transportabrasil.com.br

+ Saiba tudo do mundo do transporte rodoviário. Curta nossa página no Facebook!
Agência Transporta Brasil – ATB

COMMENTS