Marcopolo usa grafeno para fazer ônibus mais leves e resistentes

Marcopolo usa grafeno para fazer ônibus mais leves e resistentes

Gigante global das carrocerias de ônibus apresenta novos componentes para a fabricação de seus produtos com ganhos de estrutura e performance

Agrale fecha 2012 com faturamento bilionário
Guerra realiza negócio de R$ 5,5 milhões em implementos com a transportadora Jolivan
Exportações impulsionam crescimento da Neobus

A Marcopolo anunciou que seu departamento de Engenharia está em fase avançada de pesquisas para a utilização de novos componentes para a fabricação de suas carrocerias de ônibus. A empresa gaúcha vai utilizar o grafeno, um dos materiais mais resistentes, derivado de átomos de carbono.

Segundo a fabricante, a meta é finalizar as pesquisas até dezembro deste ano para iniciar a produção dos novos compostos em 2021. O objetivo da empresa é reduzir o peso total do veículo e aumentar a resistência estrutural, como a possibilidade de utilização e introdução em veículos de motorização 100% elétrica ou híbrida que está ocorrendo na indústria automobilística mundial.

Pesquisa científica

“Firmamos, no ano passado, uma parceria com a UCS, Universidade de Caxias do Sul, para o desenvolvimento do material e produção local em escala industrial. Iniciamos os estudos de caracterização, uma das principais etapas, pois permitirá determinar qual a quantidade ideal de grafeno na composição do material que relaciona diretamente com a resistência mecânica desejada para cada subsistema do nosso produto. São testes de ensaios químicos, térmicos e mecânicos, além de testes acelerado de durabilidade em dispositivos que garantem a durabilidade e confiabilidade do produto, representando as condições de utilização de nossos clientes”, diz Luciano Resner, diretor de Engenharia da Marcopolo.

Segundo ele, a companhia vem realizando estudos e pesquisas com o grafeno, também associado ao aço e a diferentes polímeros que poderão resultar em grande ganho de peso. “Nossos trabalhos mostram que a liga com grafeno e aço proporciona redução de peso e melhoria das características mecânicas. Estamos desenvolvendo a sua aplicação na pintura, com a adição do grafeno em tintas para reduzir camadas, diminuindo custos e melhorando as características contra a corrosão”, destaca o executivo.

Continue acompanhando as notícias do transporte e da indústria aqui na Agência Transporta Brasil! Assista às nossas transmissões ao vivo, de segunda a sexta, em dois horários: 15h30 e 18h30 (horário de Brasília).

Clique aqui para conhecer nosso conteúdo no Facebook

Leo Doca – Agência Transporta Brasil (ATB)
leodoca@transportabrasil.com.br

+ Saiba tudo do mundo do transporte rodoviário. Curta nossa página no Facebook!
Agência Transporta Brasil – ATB

COMMENTS