Sprinter da Mercedes-Benz celebra um quarto de século de história

Sprinter da Mercedes-Benz celebra um quarto de século de história

Veículo foi lançado no final de janeiro de 1995 na Alemanha e caminha para a evolução do transporte urbano, com uma versão elétrico vindo por aí

Librelato quer um quinto do mercado em 2019
VW Constellation 25.360 está mais equipado
Paraná recebe novo Centro de Distribuição de Peças da Paccar

A Sprinter está fazendo 25 anos de mercado. O veículo foi lançado pela Mercedes-Benz em 1995 e o primeiro lote fabricado, de 500 unidades, saiu da fábrica de Düsseldorf direto para uma apresentação para as suas unidades de vendas.

No Brasil, a Sprinter está agora em sua terceira geração, trazendo grandes inovações, e já se consolidou no mercado brasileiro pela numerosa oferta de soluções de mobilidade para pessoas e cargas. Em 2019, a Linha Sprinter cresceu em todos os segmentos de sua atuação no Brasil. A marca encerrou o ano liderando as vendas de vans de passageiros, com 5.860 unidades emplacadas e 48% de participação, obtendo 37% de crescimento nas vendas em comparação com 2018.

A Sprinter substituiu a Série T 1 da Mercedes-Benz, também conhecida como “Bremer Transporter”. A designação interna da primeira geração da Sprinter (séries de 901 a 903) serve como lembrete disso, pois ficou internamente conhecida como “T 1 N”. De janeiro de 1995 em diante, a Sprinter foi disponibilizada nos modelos 208 D / 308 D, 212 D / 312 D e 214 / 314, com propulsão pelos motores diesel OM 601 D 23 e OM 602 DE 29 LA e pelo motor à gasolina de quatro cilindros M 111 E 23. O motor de cinco cilindros turboalimentado de 2,9 litros com injeção direta, intercooler e uma potência de 122 cv em especial, causaram grande sensação.

Um veículo de múltiplos talentos: a variedade foi grande desde o início. Isso significava que a nova série da van se posicionava como uma verdadeira van multifuncional. As versões de construção incluíam os chassis, a van de carroceria tipo plataforma ou basculante, de cabine dupla ou simples, a van de carga e de passageiros com cinco ou nove bancos, podendo ter teto baixo ou alto. Foram disponibilizados entre-eixos de 3.000, 3.350 e 4.025 milímetros. O peso bruto total (PBT) era inicialmente de 2.590, 2.800 ou 3.500 quilos.

E o futuro?

Em dezembro de 2019 a Mercedes-Benz apresentou a eSprinter com propulsão elétrica por bateria. O conceito de veículo altamente flexível é o próximo marco de evolução da marca rumo à eletrificação das vans comerciais da Mercedes-Benz. A eSprinter será oferecida com potência de 116 cv para as que possuem tração dianteira e 47 kWh ou 35 kWh de capacidade útil da bateria. Dependendo da configuração há diferentes níveis de carga útil, autonomia e velocidade máxima. Além disso, a ferramenta de assistência do Planejador eCharging Planner auxilia os operadores de frotas a mudar para a mobilidade elétrica livre de emissões locais com a Mercedes-Benz Vans.

Agência Transporta Brasil (ATB)
agencia@transportabrasil.com.br

+ Saiba tudo do mundo do transporte rodoviário. Curta nossa página no Facebook!
Agência Transporta Brasil – ATB

COMMENTS