Iveco Bus vai fornecer 1.200 ônibus para o Caminho da Escola

Iveco Bus vai fornecer 1.200 ônibus para o Caminho da Escola

Empresa venceu licitação para entregar as unidades com base no chassi 10-190. Veículos vão atender 50 mil alunos das regiões rurais de todo o Brasil, em seleção realizada pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação

Marcopolo cria ônibus com banheiro que se auto desinfeta com luz ultravioleta
Oito fatos incríveis sobre o Scania R620 V8
Ônibus da SBCTrans ajuda mais de 10 mil animais todo mês

A Iveco Bus também começou bem o ano de 2020. A empresa foi a vencedora da licitação para fornecer 1.200 unidades de Ônibus Escolar Rural Médio (ORE2) para o Programa Caminho da Escola. A empresa vai atender ao contrato com o fornecimento dos ônibus com chassi 10-190 e o negócio vai beneficiar 50 mil alunos de regiões rurais de todo o Brasil.

“O caminho para a escola é um desafio para os alunos brasileiros, principalmente os que moram e estudam em áreas rurais. Pensando nisso, concentramos nossos esforços para aprimorar o transporte escolar com um portfólio de qualidade para todos os passageiros do Brasil. Acreditamos que a educação é o caminho ideal para o desenvolvimento das próximas gerações”, diz Renato Perrotta, gerente de Vendas ao Governo da Iveco.

Muitos Ivecos por aí

Atualmente, a Iveco Bus tem cerca de 8.500 mil veículos em circulação no Brasil por meio do Programa Caminho da Escola, que tem como objetivo renovar, padronizar e ampliar a frota de veículos escolares das redes municipal, do DF e estadual de educação básica pública. Voltado a estudantes residentes, prioritariamente, em áreas rurais e ribeirinhas, o programa oferece ônibus, lanchas e bicicletas fabricados especialmente para o tráfego nestas regiões, sempre visando à segurança e à qualidade do transporte.

Chassi forte e acessível

O modelo de 10 toneladas 10-190 foi projetado e desenvolvido pela Iveco no Brasil e tem capacidade para 44 passageiros. Ele conta com o Dispositivo de Poltrona Móvel (DPM) para portadores de deficiência e pessoas com mobilidade reduzida. O sistema posiciona a poltrona do lado de fora do ônibus, o que permite ao passageiro embarcar e desembarcar sentado no seu assento. O DPM não reduz a capacidade de passageiros, como acontece em veículos adaptados que utilizam elevador para cadeiras de rodas, e proporciona uma viagem confortável para o ocupante, ao contrário de modelos onde o cadeirante viaja no compartimento traseiro do veículo.

O chassi tem um motor NEF 4 ID, da FPT Industrial, com quatro cilindros em linha, sistema SCR e potência máxima de 190 cavalos. O torque, chega a 610 Nm, já disponíveis na faixa de 1.350 a 2.100 rpm.

A transmissão utilizada é Eaton FS 6206B, manual, de seis marchas, com escalonamento compatível com as operações rurais e urbanas. O sistema permite condução suave, sem deixar de lado a economia de combustível. O acionamento da alavanca a cabo privilegia a ergonomia.

O produto oferece equipamentos como porta-mochila no teto e rede nas costas dos assentos para acomodação do material escolar. Itens importantes completam o pacote: dispositivo automático de bloqueio de diferencial, que facilita a transposição de atoleiros, chassi com suspensão elevada e reforçada, pneus de uso misto e redução de balanço dianteiro e traseiro, permitindo o fácil acesso à lugares acidentados.

O 10-190 tem direção hidráulica, embreagem com acionamento hidráulico e dispositivo de bloqueio de ignição com marcha engatada.

Leo Doca – Agência Transporta Brasil (ATB)
agencia@transportabrasil.com.br

+ Saiba tudo do mundo do transporte rodoviário. Curta nossa página no Facebook!
Agência Transporta Brasil – ATB

COMMENTS