Ônibus Volvo ocupam Curitiba

Ônibus Volvo ocupam Curitiba

Fabricante entrega 65 novos veículos à capital paranaense, com conexão e tecnologia de segurança, grande capacidade e redução de 50% nos acidentes

Mais de 835 mil motoristas profissionais têm que fazer exame toxicológico até 31 de agosto
Colômbia terá frota elétrica da BYD
Tudo azul nas terras do Tio Sam, mas depende da NAFTA

A Volvo fez seu movimento no transporte público de Curitiba (PR). A fabricante entregou esta semana um total de 65 novos ônibus para o sistema da capital paranaense, ocupando um espaço na disputa com outros fabricantes.

Fabiano Todeschini, presidente da Volvo Buses Latin America, e Rafael Greca, prefeito de Curitiba

São 25 novos biarticulados, que atenderão o serviço do Ligeirão Eixo Norte, junto com 24 articulados e 16 convencionais.

Segurança inteligente

Os novos ônibus são equipados com o sistema de Controle Automático de Velocidade, desenvolvido pela Volvo. O serviço usa o GPS para identificar áreas de risco e reduz automaticamente a velocidade dos ônibus. Quando o veículo passa por escolas, hospitais, terminais ou outras áreas críticas, a programação do sistema faz com que ele fique limitado à velocidade selecionada pelo gestor da operação.

Com isso, mesmo que o motorista tente acelerar, nesses pontos identificados pela “cerca eletrônica”, o ônibus não vai passar da velocidade programada. “Introduzimos esse recurso exclusivo da marca nos biarticulados Volvo entregues no começo de 2018 e os resultados têm sido muito bons. No eixo norte do BRT, onde estes veículos circulam, em um ano houve redução de 50% nas colisões com automóveis”, assegura André Trombini, diretor de estratégia de negócios e produtos da Volvo Buses na América Latina.

Alta demanda

Todos os dias, 1,3 milhão de passageiros usam os ônibus da grande Curitiba. Os sistemas de BRT ajudam a atender à alta demanda e o exemplo da capital do Paraná é uma referência. “Curitiba é a sede da Volvo na América Latina. Há 40 anos produzimos aqui o primeiro veículo da marca no Brasil, um chassi de ônibus. Desde então, estamos ajudando a cidade a aprimorar cada vez mais o seu sistema de transportes com veículos de alta capacidade, eficiência, segurança e baixo impacto ambiental. Estamos muito honrados em termos sido novamente escolhidos como o principal fornecedor de ônibus pesados pelas empresas que operam o transporte coletivo da cidade”, declara Fabiano Todeschini, presidente da Volvo Buses Latin América.

Leonardo Andrade, Editor-chefe da Agência Transporta Brasil
leodoca@transportabrasil.com.br

 

Próxima publicação
Publicação anterior

COMMENTS