VUCs Accelo colocam Mercedes-Benz no topo do ranking

VUCs Accelo colocam Mercedes-Benz no topo do ranking

De acordo com dados da Anfavea, a Mercedes-Benz vendeu 887 unidades do Accelo no primeiro trimestre, 34,4% do total de 2.576 leves vendidos no período

Mercedes-Benz cria plano especial de consórcio com 120 meses
Os protagonistas de 2018
Câmbio inteligente do Accelo mostra 6,5% de economia na Jamef

Não é só de vender pesados que vivem as fabricantes de caminhões do Brasil. Terceiro maior segmento do mercado, os veículos comerciais leves ganharam importância estratégica na logística, seja por conta de restrições de circulação nos grandes centros urbanos, seja pela agilidade que oferecem nos serviços de entregas de setores da economia em expansão como, por exemplo, o e-commerce.

AcceloDe acordo com dados divulgados pela Anfavea, a Mercedes-Benz foi a fabricante que mais vendeu caminhões leves no primeiro semestre de 2019. Foram 887 unidades do Accelo licenciadas entre janeiro e março, número que corresponde a 34,4% do total de 2.576 leves vendidos no período. Concorrente direta na luta pela liderança de vendas no mercado de caminhões como um todo, a Volkswagen acumulou um total de 801 veículos emplacados, alcançando 31% de participação no segmento com seus caminhões Delivery.

“O Accelo 1016, com 491 unidades, é o nosso leve mais vendido no País no primeiro trimestre”, informa Ari de Carvalho, diretor de Vendas e Marketing Caminhões da Mercedes-Benz do Brasil. “Já o Accelo 815 teve 359 unidades emplacadas. Ambos se posicionaram entre os seis modelos mais vendidos pela marca este ano considerando todo o nosso portfólio”.

O crescimento na participação de mercado em 2019 é de 4 pontos percentuais a mais em relação aos 30% do mesmo período de 2018, quando foram emplacadas 844 unidades. “Transporte de bebidas, hortifrutigranjeiros, distribuição urbana e comércio eletrônico vêm puxando as vendas de caminhões leves no País”, diz Ari de Carvalho. “No entanto, a versatilidade do Accelo nos segmentos de leves e médios torna esses modelos indicados para outras aplicações, como carga seca, baú frigorífico, isotérmico e de alumínio, plataforma de autossocorro e muito mais”.

COMMENTS