Governo “congela” diesel com medo de greve

Governo “congela” diesel com medo de greve

Clube da Estada Repom celebra seis anos e 390 mil visitas de caminhoneiros
DHL mostra a “arte” de transportar na Europa e Ásia
Marcopolo cria ônibus com banheiro que se auto desinfeta com luz ultravioleta

O governo fez uma intervenção nesta quinta-feira (11) no preço do diesel. Segundo a Agência Reuters, o Planalto interferiu diretamente na Petrobras, fazendo com que a empresa voltasse atrás na decisão de fazer o aumento anunciado no combustível.

O anúncio havia sido feito ontem (quinta), quando a Petrobras avisou que haveria um aumento de 5,7% no diesel, o maior reajuste desde outubro do ano passado. Mas, no mesmo dia, decidiu manter cotação do litro do diesel nas refinarias, deixando o preço em R$ 2,1432.

Medo de greve

A manobra do governo claramente atende aos receios de nova paralisação dos caminhoneiros, que há semanas têm se mostrado insatisfeitos com a falta de fiscalização da ANTT sobre a tabela mínima dos fretes e com a falta de políticas para segurar o preço do diesel, principal insumo do transporte de cargas no Brasil.

Ingerência

Na Petrobras, a medida foi vista como uma ingerência do governo Bolsonaro na estatal, ação que, segundo a própria empresa, lembra os tempos de populismo de governos passados.

Em nova oficial ao mercado, a Petrobras declarou que, depois do fechamento do mercado, fez uma avaliação interna e decidiu que havia margem para aguardar mais alguns dias antes de fazer o reajuste.

Falta previsibilidade

Desde o fim da subvenção governamental ao preço do litro do diesel nas rodovias, o combustível não parou mais de variar nas bombas e já chegou a preços pré-paralisação, fazendo com que muitos caminhoneiros se revoltassem. Sobre a tabela de fretes, a ANTT lançou na semana passada uma força-tarefa para fiscalizar o cumprimento do frete mínimo e prometeu realizar a fiscalização em tempo real e em todo o Brasil.

Resta saber como ficarão os caminhoneiros autônomos. Acompanhe aqui na Agência Transporta Brasil.

Leonardo Andrade, Editor-chefe da Agência Transporta Brasil (ATB)
leodoca@transportabrasil.com.br

+ Saiba tudo do mundo do transporte rodoviário. Curta nossa página no Facebook!
Agência Transporta Brasil – ATB

COMMENTS