Demanda por voos domésticos de companhias brasileiras cresce 3,4% no 1º trimestre

Demanda por voos domésticos de companhias brasileiras cresce 3,4% no 1º trimestre

Fusão entre Azul e Trip é aprovada com restrições
Comissão da Câmara dos Deputados aprova isenção definitiva de tributo sobre combustíveis de aviação
Anac realiza leilão de quatro aeroportos

Ao todo, foram transportados 23 milhões de passageiros pagos entre janeiro e março

Relatório divulgado pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) aponta que a demanda por voos domésticos das companhias aéreas brasileiras (medida em RPK, passageiros-quilômetros pagos transportados) acumulou alta de 3,4% no primeiro trimestre do ano, em relação ao mesmo período do ano anterior.

A oferta (medida em ASK, assentos-quilômetros ofertados) também cresceu, por volta de 2,2%. Ao todo, foram transportados 23 milhões de passageiros pagos.

A taxa de aproveitamento das aeronaves também cresceu, atingindo 81,9% dos assentos, com variação positiva de 1,1% em relação ao primeiro trimestre de 2017.

No transporte de carga e correio, as empresas aéreas brasileiras registraram alta acumulada de 11% em relação ao mesmo período de 2017, no mercado doméstico.

A demanda por voos internacionais de companhias aéreas brasileiras teve um crescimento mais expressivo que o do mercado nacional: 16,2%. Foram transportados 2,5 milhões de passageiros pagos de janeiro a março.

A oferta cresceu 18,8% nos primeiros três meses do ano em relação ao mesmo período de 2017.

Já a ocupação dos voos internacionais das empresas brasileiras caiu. Houve recuo de 2,2% no número de assentos ocupados (83,6%) em relação aos 85,5% apurados no mesmo período de 2017.

O transporte de carga e serviço de correio internacionais registrou expansão de 37,8% em relação ao mesmo período do ano passado.

COMMENTS