Demanda doméstica na aviação sobe 1,6% em junho

Esta foi a quarta alta após 19 meses consecutivos em queda, conforme dados da Anac

Azul Linhas Aéreas apresenta novos uniformes
Concessões de aeroportos vão gerar 7,1 bilhões de reais em investimentos nos terminais
Frota de aeronaves cresce 6,4% no Brasil

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou nesta semana que a demanda doméstica (em passageiros-quilômetros pagos transportados, RPK) subiu 1,6% em junho de 2017, quando comparada com o mesmo mês de 2016.

Esta foi a quarta alta do indicador após 19 meses consecutivos em queda. Por outro lado, a melhoria dos resultados ainda é instável, pois o crescimento mostra enfraquecimento.

Com isso, a oferta (em assentos-quilômetros ofertados, ASK), que também vinha sendo ampliada desde março, caiu 1% no mês passado, na mesma base de comparação. Nos seis primeiros meses do ano, demanda e oferta acumularam alta de 0,6% e queda de 0,6%, respectivamente.

Em junho de 2017, foram transportados 6,9 milhões de passageiros pagos em voos domésticos, representando um aumento de 1,9% em relação ao mesmo mês do ano anterior.

A taxa de aproveitamento dos assentos das aeronaves no mercado doméstico foi de 80,1%, 2,7% a mais do que no mesmo mês do ano passado.

O transporte de cargas contabilizou 34.790 toneladas no Brasil, o que representou uma queda de 0,5% em relação ao mesmo mês do ano anterior.

COMMENTS