Demanda doméstica na aviação sobe 1,6% em junho

Esta foi a quarta alta após 19 meses consecutivos em queda, conforme dados da Anac

SNC e Embraer apresentam primeiro A-29 Super Tucano fabricado nos Estados Unidos
Qantas anuncia aquisição de oito Boeing 787-9 Dreamliner
TAM e Turkish assinam acordo de compartilhamento de voos

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou nesta semana que a demanda doméstica (em passageiros-quilômetros pagos transportados, RPK) subiu 1,6% em junho de 2017, quando comparada com o mesmo mês de 2016.

Esta foi a quarta alta do indicador após 19 meses consecutivos em queda. Por outro lado, a melhoria dos resultados ainda é instável, pois o crescimento mostra enfraquecimento.

Com isso, a oferta (em assentos-quilômetros ofertados, ASK), que também vinha sendo ampliada desde março, caiu 1% no mês passado, na mesma base de comparação. Nos seis primeiros meses do ano, demanda e oferta acumularam alta de 0,6% e queda de 0,6%, respectivamente.

Em junho de 2017, foram transportados 6,9 milhões de passageiros pagos em voos domésticos, representando um aumento de 1,9% em relação ao mesmo mês do ano anterior.

A taxa de aproveitamento dos assentos das aeronaves no mercado doméstico foi de 80,1%, 2,7% a mais do que no mesmo mês do ano passado.

O transporte de cargas contabilizou 34.790 toneladas no Brasil, o que representou uma queda de 0,5% em relação ao mesmo mês do ano anterior.

COMMENTS