Movimentação de cargas em portos e ferrovias aumenta no 1º trimestre

Unidades portuárias brasileiras tiveram 4% a mais de circulação de produtos, quando comparado com o mesmo período do ano passado

Terminal ferroviário de Rondonópolis transporta 6,5 toneladas em oito meses
Concessionárias de ferrovias anunciam projeto visando reduzir gargalos na Baixada Santista (SP)
1º lote de trilhos da Ferrovia Oeste-Leste desembarca no Porto de Ilhéus (BA)

porto-suape

Dados reunidos pela Secretaria de Política de Integração e divulgado pelo Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil apontam que, no primeiro trimestre de 2017, as unidades portuárias brasileiras tiveram 4% a mais de circulação de produtos, quando comparado com o mesmo período do ano passado. O salto foi de 233 milhões para 242,5 milhões de toneladas.

Já nas ferrovias, o volume de cargas em toneladas foi de 116,6 milhões para 123,5 milhões, um crescimento de 5,9%.

Com a intenção de tornar viável a exportação de 72,9 milhões de toneladas de soja e 24 milhões de toneladas de milho da safra 2016/17, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) investirá mais de R$ 2,2 bilhões em obras relativas ao Arco Norte, para garantir o escoamento de 23,8% dos grãos pelo corredor.

Os recursos serão empregados em 20 projetos que, ao final de todos os processos licitatórios, totalizarão 3.409 quilômetros de rodovias em condições ideais de trafegabilidade, com destaque aos trechos das BRs 158, 163 e 364

COMMENTS