Calado máximo para entrada e saída de navios do Porto de Santos (SP) é reduzido

Decisão foi tomada por conta da ressaca causada pela frente fria na região

Antaq já conta com quatro de 13 postos de fiscalização previstos em portos organizados
Polo logístico no Tocantins vai receber US$ 300 milhões de investidores portugueses
Ramos Transportes investe mais de R$ 4,5 mi na construção de dois novos terminais

calado-porto-de-santos

O Porto de Santos (SP) está com o calado máximo para a entrada e a saída de navios reduzido temporariamente, para 12,2 metros. A decisão foi tomada pela Capitania dos Portos do Estado de São Paulo (CPSP) e está valendo desde o dia 28/4.

O calado máximo é a profundidade máxima que um navio pode atingir considerando a profundidade do canal de navegação, descontado a margem de segurança a ser mantida entre a quilha da embarcação e o leito.

A medida foi necessária devido à chegada de uma frente fria à região, que prevê ressaca, com ondas de 2,5 metros.

COMMENTS