Prefeitura de São Paulo pretende trocar algumas ciclovias por ciclorrotas

Gestão de Dória quer mais caminhos sem separação das bicicletas do restante do tráfego

Sancionada, Lei da Bicicleta de Curitiba (PR) aprimora mobilidade urbana
Kuehne + Nagel incentiva colaboradores a usarem bicicleta para ir ao trabalho em SP
TNT Express fará entregas usando bicicletas

ciclorrotas-sp

A gestão do prefeito de São Paulo, João Doria, pretende trocar algumas ciclovias existentes na cidade de São Paulo por ciclorrotas, ou seja, caminhos sem a separação das bicicletas do restante do tráfego. Estuda-se iniciar a mudança na região da Vila Prudente. Medida ainda será discutida entre a prefeitura regional e os ciclistas.

Em uma entrevista para a Folha de São Paulo, o secretário municipal dos transportes da capital paulista, Sérgio Avelleda, disse: “Houve construção de ciclovias muito boas, outras boas e outras que fazem muito pouco sentido. Queremos substituir essas últimas por ciclorrotas que de fato levem ao aumento do número de ciclistas . Há ruas tão calmas que não faz sentido segregar a bicicleta.”

A medida que poderá ser tomada é motivo de polêmica, isso porque a gestão Kassab chegou a implementar algumas ciclorrotas, mas não houve muito sucesso efetivo.

Também pode ser retirada a ciclovia da Consolação. Para Avelleda, a descida é muito perigosa, pois o ciclista adquire velocidade e há muitas entradas de edificios e empresas no meio do caminho. “Precisa haver uma rota segura ao ciclista. Se ela deve ser na Consolação ou em outras vias, cabe discussão. Se for na Consolação, precisa de tratamento mais adequado.”

COMMENTS