Porto de Antonina (PR) receberá quase R$ 115 milhões em investimentos

DER lança pacote de obras para rodovias de acesso ao litoral paulista
TCP, em Paranaguá, recebe lote de transtêineres para o cais de atracação
Viação Cometa renova frota com 128 ônibus zero-quilômetro

porteineres-paranagua-navio

O ministro da Secretaria de Portos (SEP), Hélder Barbalho, assinou uma autorização para novos investimentos no Porto de Antonina (PR), no valor de R$ 114,18 milhões. O projeto de desenvolvimento da estrutura portuária prevê a ampliação do cais do Terminal Ponta do Félix em 170 metros, a construção de uma linha de atracação onde irá operar o terceiro berço do porto, de um ramal ferroviário interligando o Ponta do Félix ao Terminal Público Barão de Teffé e de um armazém graneleiro de 18 mil m², destinado especialmente a operações com fertilizantes, com capacidade estática para 120 mil toneladas.

+ Exportação de grãos por contêiner cresce 90% em Paranaguá (PR)

“A ampliação do terminal fortalece o Porto de Antonina, gerando emprego, renda e desenvolvimento econômico”, afirmou o diretor-presidente da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa), Luiz Henrique Dividino. O objetivo é aumentar em 850 mil toneladas a movimentação anual de Antonina, chegando a 2,3 milhões de toneladas. A solicitação dos investimentos foi feita em 2011 e passou pela aprovação da Appa e da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq).

“Serão 4 milhões de toneladas a mais movimentadas gradativamente nos próximos quatro anos. Esses investimentos vão possibilitar diversificar a movimentação de carga e também trazem perspectiva de desenvolvimento para a cidade e para a região”, disse o diretor-presidente do Terminal Ponta do Félix, Valdécio Bombonatto.

+ Saiba tudo do mundo do transporte e da logística. Curta nossa página no Facebook!

COMMENTS