BNDES barateia financiamentos e fica mais flexível para renegociar dívidas

Financiamento pelo PSI poderá ser solicitado até 27 de novembro
Mercedes-Benz amplia condições do BNDES Finame para o extrapesado Actros
Setor de combustível e energia desperta interesse da DHL no Brasil
predio_bndes
O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) anunciou  uma série de medidas com o objetivo de facilitar as condições de financiamento ao setor produtivo e dar fôlego ao caixa das empresas que entrará em operação até o fim .
+ Gastos com logística avançam 30% em 2015
Refin PSI

Quem realizou financiamento de máquinas, equipamentos e ônibus pelo PSI (Programa de Sustentação de Investimentos) poderá renegociar de seis a 12 parcelas que estão por vencer. O novo subcrédito poderá ter até 24 parcelas.

O custo a ser pago ao BNDES é de 15,73% ao ano. A taxa não considera a remuneração do banco com quem foi assinado o contrato. No caso dos caminhoneiros, a adesão ao Refin PSI só ocorrerá se os interessados não estiverem contemplados em outros programas de refinanciamento do BNDES.

+ MRS assume terminal ferroviário da Rede Ferroviária Federal S.A em Jundiaí (SP)

Capital de giro

O BNDES também baixou as taxas para financiamento de capital de giro, por meio do BNDES Progeren (Programa de Apoio ao Fortalecimento da Capacidade de Geração de Emprego e Renda).

As menores são para micro e pequenas empresas (com receita operacional bruta de até R$ 16 milhões/ano), de 11,67% ao ano. Para as médias (de receita operacional bruta entre R$ 16 milhões e R$ 90 milhões/ano), a taxa ficou em 14,71% ao ano. Sobre esses custos incidirá, ainda, a remuneração do agente financeiro.

Cartão BNDES

O prazo de amortização do Cartão BNDES para as micro, pequenas e médias empresas foi ampliado de 48 para 60 meses. No ano passado, os desembolsos do Cartão BNDES atingiram R$ 11,2 bilhões, com cerca de 750 mil operações contratadas.

+ DAF vende 10 caminhões XF 105 para a Braf Transportes

Bens de capital

Para aquisição de bens de capital, como ônibus e caminhões, o BNDES reduziu o custo do financiamento de 12,94% para 11,80%. Sobre essas operações incidirá, também, a remuneração do agente financeiro, além da taxa de intermediação financeira, que varia de 0,1% a 0,5%, dependendo do porte da empresa.

COMMENTS