Mato Grosso do Sul vai recuperar cinco rodovias que cortam o Estado

Aeroporto de Confins (MG) recebe quatro novas pontes de embarque
Antaq já conta com quatro de 13 postos de fiscalização previstos em portos organizados
TALOG amplia estrutura logística no Nordeste

br-163-ms

O governo do Mato Grosso do Sul lançou quatro licitações para restauração de 5 rodovias que cortam o Estado. De acordo com o documento da Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos), o objeto da licitação é “elaboração de projeto executivo de engenharia para restauração de rodovias”.

+ Melhores trechos rodoviários do país estão no Sudeste

Como a licitação será para realização da proposta, não há, segundo a Seinfra (Secretaria de Estado de Infraestrutura), uma estimativa de quanto custará a execução das obras, o que ainda será levantado. O início, no entanto, está previsto para o segundo semestre de 2016. Ainda segundo a pasta estadual, tratam-se de vias que já apresentavam problemas; em algumas delas, como é o caso da MS-156, os estragos aumentaram por conta das chuvas.

Nestes casos, serão licitadas obras destinadas a MS-338, no trecho do município de Santa Rita do Parto, numa extensão de 60,20 quilômetros. Também será recuperada, conforme o aviso de licitação, a MS-156, no trecho entre Amambai e Caarapó, um dos locais mais prejudicados pela chuva de dezembro passado. A extensão da obra será de 78,50 quilômetros. As rodovias MS-395, no trecho entre Bataguassu e Brasilândia, MS-470 e MS-379 serão restauradas, de acordo com o Executivo Estadual.

+ Saiba tudo do mundo do transporte e da logística. Curta nossa página no Facebook!

COMMENTS