Movimentação de cargas nos portos brasileiros vai dobrar em 30 anos

Previsão foi divulgada no Plano Nacional de Logística Portuária; volume aumentou 4,8% em comparação com 2014

China quer entrar na briga pelas concessões de rodovias no Brasil
Rodoanel Norte conclui mais um trecho e obras seguem cronograma
Porto de Paranaguá (PR) terá capacidade de acesso ao cais duplicada

itajai-porto-movimentacao

Os portos brasileiros devem registrar um aumento de 4,8% no volume de movimentação de cargas em 2015 em relação ao ano passado. O número foi apresentado pelo ministro da Secretaria de Portos, Helder Barbalho, na sexta-feira (27), no 2º Fórum de Infraestrutura, no Rio de Janeiro. Ele lembrou que desde 2003 o volume de movimentação de cargas cresceu 70%.

+ Saiba o que a JSL procura em um motorista (e o que ela não aceita de jeito nenhum)

“Mesmo neste momento difícil da economia, o setor portuário se apresenta como uma opção para o crescimento”, afirmou o ministro. Barbalho mostrou que no Plano Nacional de Logística Portuária (PNLP) há a previsão de aumento em 103% na movimentação de cargas entre 2015 e 2042. “Nosso papel ? o de apresentar a todos as oportunidades de crescimento e de investimentos no setor”, afirmou. Para isso, Helder Barbalho defendeu a integração dos planos estratégicos de todos os gestores logísticos.

+ Movimento nos portos cresce mesmo com economia estagnada

“Por exemplo, as obras de rodovias e de ferrovias devem ser coordenadas para se encontrarem com as obras dos terminais portuários”, ressaltou. “Cito o caso do Arco Norte. As obras da BR-163 e da futura ferrovia, bem como a ampliação da Ferrovia Norte Sul, são fundamentais para atrair investidores para os terminais de Outeiro e Vila do Conde”, disse. Segundo o ministro, isso criará uma opção logística para o escoamento da soja do Centro-Oeste.

+ Fique por dentro de tudo o que acontece no Transporte e na Logística pelo Facebook

COMMENTS