Governo Federal expande número de rodovias no Programa Nacional de Desestatização

Novos trechos que serão entregues à iniciativa privada se concentram na região sul e centro-oeste

Três grandes consórcios disputam PPP da Tamoios
CCR garante exploração da Rodovia Presidente Dutra até 2034
Governo apresenta estudos para concessão de ferrovia de mil quilômetros e quase R$ 10 bi

rodoanel-trecho-obra

A presidente Dilma Rousseff publicou no Diário Oficial da União na fim da semana passada, um decreto que inclui novas rodovias federais no Programa Nacional de Desestatização (PND).

+ Saiba o que a JSL procura em um motorista (e o que ela não aceita de jeito nenhum)

A medida publicada altera uma lei de dezembro de 1997 para incluir os novos trechos, recomendados pelo Conselho Nacional de Desestatização (CND) em outubro deste ano.

Foram incluídos no PND oito lotes de rodovias federais para serem concedidos à iniciativa privada. São eles:

1) BR-153/PR – trecho Entr. PR-160 (p/Paula Freitas) – Div. PR/SC;

2) BR-153/SC – trecho Div. PR/SC – Div. SC/RS;

3)BR-282/SC – trecho Entr. BR-153 (p/Irani) – Entr. BR-480(B)/SC-156 (p/ Chapecó);

4)BR-480/SC – trecho Entr. BR-282(B) (p/ Chapecó) – Início da Travessia Urbana de Chapecó;

5) BR-364/GO: trecho Div. MG/GO – Div. GO/MT (Santa Rita do Araguaia) – Trecho Urbano;

6)BR-365/MG: trecho Entr. BR-050(B)/455/497 (Uberlândia) – Entr. BR-364(B) (Div. MG/GO);

7) BR-364/MT: trecho Entr. MT-100(A) (Div. GO/MT) (Alto Araguaia) – Entr. BR-163(A);

8) BR-060/GO: trecho Entr. GO-164(A)/513 (Acreúna) – Entr. BR-364(A).

+ Fique por dentro de tudo o que acontece no Transporte e na Logística pelo Facebook

COMMENTS