Governo fatura 430 milhões de reais com leilão de três terminais em Santos

Terminal paraense de Vila do Conde não teve interessados

Rodoanel Norte tem suas obras iniciadas em Arujá (SP)
Governo federal autoriza inicio das obras do 4º lote da Transnordestina, no CE
Infraestrutura de transportes: o que esperar do segundo mandato de Dilma Rousseff?

news-codesp-santos

O Governo Federal vai arrecadar cerca de 430 milhões de reais com o arrendamento de três terminais do Porto de Santos (SP) para a iniciativa privada. Os valores foram obtidos em um leilão realizado nesta manhã na Bovespa. O prazo das concessões é de 25 anos.

+ Dezembro é o mês que mais se morre no trânsito nas estradas federais

O consórcio LDC Brasil, formado pelas tradings Louis Dreyfuss e Cargill, venceu o leião do terminal de granéis sólidos. O grupo ofereceu 303 milhões de reais pelo bônus de outorga. O terminal localizado no bairro Ponta da Praia deverá movimentar 3.9 milhões de toneladas de grãos a partir do terceiro ano de vigência do contrato.

A Fibria venceu a disputa com a Eldorado pelo terminal de papel e celulose no bairro do Macuco onde deverá pagar 115 milhões de reais. Ela, no entanto, deverá viabilizar novas instalações para armazenagem, equipamentos de movimentação e transbordo de cargas.

+ São Paulo terá primeira estrada com corredor exclusivo para carro elétrico

Já o terminal em Paquetá, também de papel e celulose, ficará com a Marinex Despachos. A empresa fez a única proposta pelo lote por 12,5 milhões de reais.

O governo ainda pretendia leiloar um quinto terminal, em Vila do Conde (PA), nesta quarta, mas a área, destinada ao embarque de grãos, não atraiu interessados.

+ Fique por dentro de tudo o que acontece no Transporte e na Logística pelo Facebook

 

COMMENTS