Goiás ganha mais duas ferrovias

Ministério dos Transportes confirma que a ferrovia Norte-Sul está com 90% das obras concluídas

Obras da Ferrovia Norte-Sul em Tocantins e Goiás serão retomadas
Vale inicia operações da sua nova empresa de logística
ANTT autoriza transporte em trecho da Ferrovia Norte-Sul, no Tocantins

ferrovia-norte-sul

A Valcc, empresa do Ministério dos Transportes encarregada da construção da Ferrovia Norte-Sul, confirmou que que as obras alcançaram o patamar de 90% concluídas e que o trecho ligando Anápolis (GO) a Estrela D”Oeste (SP) está pronto. A previsão para a conclusão das obras da Extensão Sul é dezembro de 2016.

+ Caminhoneiros em greve serão multados em 1 915 reais

Além dos avanços na ligação entre Goiás e São Paulo, o Ministério dos Transportes informou que os trilhos da Norte-Sul também farão o escoamento da produção dos Estados de Goiás e do Mato Grosso. O governo federal vai realizar no próximo mês audiência pública para discutir a concessão à iniciativa privada do trecho  entre as cidades de Anápolis e Três Lagoas (MS). Os estudos técnicos já foram concluídos. A obra está orçada em RS 2.5 bilhões. Após audiência, os dados serão enviados ao Tribunal de Contas da União (TCU).

+ Pacer Logística fecha contrato com a Huawei, gigante chinesa da tecnologia

Outra boa notícia para Goiás é que o TCU aprovou o projeto de construção da “Ferrovia da Soja”, que vai ligar Campinorte (GO), à beira da Norte-Sul, à Lucas do Rio Verde (MT). A “Ferrovia da Soja” integra o projeto da Ferrovia Bi-Oceânica que o Brasil construirá com a China e o Peru.

+ Fique por dentro de tudo o que acontece no Transporte e na Logística pelo Facebook

 

COMMENTS