Anfir comemora resultado das fabricantes de implementos na Fenatran

Entre vendas e pedidos de aquisição, foram 5 700 oportunidades de negócios

Setor de implementos rodoviários registra queda de 10,98% no acumulado do ano
Direto da Redação – TV Transporta Brasil – edição nº 9
Vendas de implementos rodoviários caem 10,2% em 2014

fenatran1

Realizada em ano de crise no setor,  e a esvaziada Fenatran ainda terá papel importante para impulsionar os negócios das fornecedoras de implementos rodoviários. A Anfir, associação que representa os fabricantes do seguimento, assegura que o evento foi um sucesso para as empresas que participaram.

+ Financiamento pelo PSI poderá ser solicitado até 27 de novembro

O principal salão do setor de transporte de cargas da América Latina abriu as portas na segunda-feira (9) e terminou na sexta-feira (13), em São Paulo. De acordo com a entidade, até a quinta-feira (12) as fabricantes associadas se envolveram em 5 7 000 oportunidades de negócio, entre vendas e pedidos de aquisição, que devem se concretizar nos próximos meses.

+Noma confirma nova fábrica no interior de São Paulo durante a Fenatran

As empresas que compõe a Anfir também foram beneficiadas pela valorização do dólar, que torna os implementos brasileiros mais competitivos em outros mercados. A associação garante que a presença internacional na feira foi expressiva, com visitantes de países como Argentina, Angola, Paraguai, Peru e Venezuela.

 

Outra boa notícia para as fabricantes de implementos rodoviários é a parceria entre Anfir e Caixa firmada na sexta-feira (13). A instituição financeira oferecerá linhas de capital de giro para antecipação de contratos com fornecedores. Segundo a entidade, o acordo também prevê condições especiais para que as empresas paguem o 13º salário.

+ Faturamento das autopeças despenca 13,3% no acumulado do ano

O crédito para antecipação de contratos tem prazo máximo de 60 meses, com carência de até seis meses. A taxa de juros é de 1,90% ao mês. A linha oferecida para o pagamento das despesas com recursos humanos no fim do ano tem custo de 1,39% a.m. mais Taxa Referencial (TR). A Caixa também acertou as condições especiais para a compra de implementos e máquinas agrícolas, com taxas a partir de 1,5% ao mês.

+ Fique por dentro de tudo o que acontece no Transporte e na Logística pelo Facebook

COMMENTS