Contran decide suspender obrigatoriedade de chip rastreador de veículos

Dispositivo já havia sido barrado na Justiça por ser considerado um risco à privacidade

Uso de extintor de incêndio em carros de passeio passa a ser facultativo
Caminhões parados na pista terão sinalização diferenciada
Contran proíbe faróis de gás xenônio em veículos

regis-rodovia-radares

O Contran (Conselho Nacional de Trânsito) decidiu suspender a obrigatoriedade de chip rastreador e bloqueador para veículos. O dispositivo já havia sido barrado na Justiça ao ser considerado um risco à privacidade.

O órgão cancela pela segunda vez neste ano uma exigência, depois de terminar recentemente com a obrigatoriedade para os extintores em carros.

Essa revogação se refere ao chamado Simrav, sigla para Sistema Integrado de Monitoramento e Registro Automático de Veículos, e difere do Siniav (Sistema Nacional de Identificação de Veículos), que utiliza radiofrequência para a identificação e não GPS, como seria o Simrav.

A previsão era de ambos começarem a valer em 1º de janeiro de 2016, mas, com a suspensão, apenas o Siniav continua previsto.

O chamado Siniav é chip de identificação em uma pequena caixa semelhante às do sistema de cobrança automática em pedágios, que será instalada em todos os carros, motos, caminhões, reboques e máquinas agrícolas em circulação no Brasil.

COMMENTS