Alta do diesel pode gerar variação de até 1,41% no valor do frete

Alta do diesel pode gerar variação de até 1,41% no valor do frete

Análise da NTC&Logística aponta que os 4% de acréscimo anunciados pela Petrobras atingirá diretamente operações do TRC

MAN apresenta caminhão número oito mil vendido no México
DAF celebra um ano de produção no Brasil
Mercedes-Benz se antecipa na Europa e apresenta linha completa de caminhões Euro 6

caminhoes-rodovia-estrada

O DECOPE, Departamento de Custos Operacionais, Estudos Técnicos e Econômicos da NTC&Logística (Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística) divulgou na quarta-feira (30/9) um estudo sobre o aumento do diesel no custo do frete.

Conforme a apuração dos dados, os 4% de acréscimo anunciados pela Petrobras nesta semana podem gerar um impacto de 0,46% até 1,41% mais caro.

A análise da associação levou em consideração somente custo operacional do caminhão, não despesas administrativas, ou seja, o custo da transferência da carga lotação (carga completa) em um caminhão trator 4×2, tracionando semirreboque furgão de três eixos.

Confira na tabela o resultado de cada distância:

tabela-ntc-frete

COMMENTS