TGA Logística passa a realizar transporte de cabotagem

Empresa estima crescer cerca de 20% nos primeiros seis meses de atuação e 35% no primeiro ano de operação

Brado investe em serviços de cabotagem para ampliação dos negócios
Navio Log-In Jacarandá recebe prêmio internacional de qualidade
Aliança Navegação e Logística compra caminhões e carretas em Manaus (AM)

tga-logistica-carreta

A TGA Logística passa a operar também com transporte de cabotagem. Com expectativa de crescer cerca de 20% nos primeiros seis meses de atuação e 35% no primeiro ano de operação, a TGA acredita que nos seis primeiros meses deverão ser consolidadas cerca de 40 Teus/mês de carga fracionada, seca e refrigerada.

De acordo com o diretor executivo da companhia, Adilson Santos, a decisão de ampliar sua atuação para este segmento obedece a um momento estratégico, em que oportunidades começam a aparecer, apesar da crise econômica do País. Para o executivo, trata-se de um meio de transporte pouco explorado pelo mercado logístico e que possui a mesma eficiência do transporte rodoviário, onde a TGA já possui expertise, porém o custo de frete é aproximadamente 30% menor. “A princípio, teremos uma rota regular de Santos para Manaus e Suape e, em breve, pretendemos atingir a toda a costa brasileira, sobretudo as rotas de maior distância”, diz.

A companhia não pretende concorrer com os armadores. Para o diretor de Cabotagem da TGA, Álvaro Fagundes, o foco da operadora logística é a carga fracionada. “Do total da carga do modal rodoviário presente no mercado, com potencial para migrar para a cabotagem, 25% é fracionada”, afirma o executivo. “Estamos nos alinhando a um modal econômico, seguro, sustentável e que promove menos poluição e desgaste da malha rodoviária”, explica.

COMMENTS