BR-163 em Mato Grosso passa a cobrar pedágio em oito praças

Motorista terá de pagar quando passar por Itiquira, Rondonópolis, Campo Verde a Santo Antônio do Leverger, Cuiabá a Santo Antônio do Leverger, Nova Mutum, Lucas do Rio Verde e Sorriso

Tracker divulga lista dos modelos de caminhões mais roubados entre seus clientes
Grupo Mônaco inaugura concessionária de caminhões e ônibus em Ananindeua (PA)
Cummins apresenta caminhão com célula de combustível a hidrogênio

BR-163-pedagio

Oito praças da BR-163 em Mato Grosso passaram a cobrar pedágio neste domingo (6/9). O motorista terá de pagar nos trechos que passam pelos seguintes municípios: Itiquira, Rondonópolis, Campo Verde a Santo Antônio do Leverger, Cuiabá a Santo Antônio do Leverger, Nova Mutum, Lucas do Rio Verde e Sorriso.

A cobrança do pedágio foi autorizada pela ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) por meio da resolução nº 4.811, publicada no Diário Oficial do dia 27/8. A resolução também divulgou o reajuste dos valores que serão cobrados por cada tipo de veículo. A distância entre as praças influencia no valor cobrado em cada uma delas.

A Rota do Oeste é a responsável pela cobrança dos pedágios e manutenção das vias em um trecho de 822,8 quilômetros na BR-163. De acordo com o diretor de operações da concessionária, Fábio Abritta, ainda não foi finalizada apenas as obras da última praça, que fica em Diamantino, próximo ao Posto Gil. A empresa também afirma que está finalizando uma operação tapa buracos no trecho entre Jangada e Rosário Oeste.

Para carros pequenos, os valores vão de R$ 3,30 até R$ 6,10 em Sorriso. Para veículos comerciais, o valor é multiplicado pelo número de eixos que o veículo possui.

A tarifa básica de pedágio na rodovia para a categoria 1 de veículos passará de R$ 0,02730 para R$ 0,03619 por quilômetro rodado, um aumento de 32%, e em 21 de março de 2016 deve subir novamente para R$ 0,04548 por quilômetro rodado.

O pedágio pago pelas motocicletas varia de R$ 1,65, na praça de Nova Mutum, e R$ 3,05, na praça da Sorriso.

A maior cobrança ficará para a categoria 8 de veículos, que é de caminhões com reboque e caminhões-trator com semireboque, com seis eixos. Nesses casos, o valor é de R$ 36,60 na praça de Sorriso, R$ 29,40 na praça de Jangada e R$ 27 na praça de Rondonópolis. Já os menores pedágios praticados para essa categoria serão encontrados em Nova Mutum (R$ 19,80) e Santo Antônio do Leverger (R$ 21,60).

COMMENTS