TAM decide cortar até 10% das operações domésticas

TAM decide cortar até 10% das operações domésticas

Por desaceleração do setor, companhia aérea também poderá cortar até 2% de seu quadro de funcionários

Gol muda de logomarca, inaugura aeronave e oferece novos serviços de bordo
ATR entregará aeronave cor-de-rosa à Azul para promover combate ao câncer de mama
Bombardier começa a produzir Learjet 85

tamairbus

Tentando se ajustar ao atual momento da economia, a companhia aérea TAM tomou a decisão de reduzir de forma gradual as operações domésticas em até 10%, e também anunciou que poderá cortar até 2% de seu quadro de funcionários. O anúncio foi feito pela empresa nesta segunda-feira (20/7).

A oferta da empresa no mercado doméstico deve cair ente 2% e 4%. Em nota enviada à CVM (Comissão de Valores Mobiliários), a TAM não deixará de operar em nenhum dos destinos atuais.

Sobre o corte de funcionários, a empresa diz que essa ação não atingirá a tripulação, e também promete apoiar os demitidos com recolocação profissional.

A Abear (Associação Brasileira das Empresas Aéreas) afirmou em abril que as companhias faturarão menos neste ano caso a atual tendência de queda nas tarifas continue. No primeiro trimestre deste ano, a Latam, grupo que inclui a TAM e a Lan, registrou um prejuízo líquido de US$ 40 milhões. O grupo encerrou o primeiro trimestre com 53.644 funcionários. A empresa não informou o total de empregados relacionados apenas à TAM.

“Essa adequação não afeta a estratégia de longo prazo da empresa, que inclui a renovação da frota, o projeto de estudo de viabilidade do hub (centro de conexões) Nordeste e do contínuo fortalecimento dos hubs de Brasília e São Paulo/Guarulhos”, disse a presidente da TAM, Claudia Sender.

COMMENTS