Porto de Santos (SP) bate recorde de movimentação de cargas no 1º semestre de 2015

Volume movimentado supera em 2,6% o recorde anterior, registrado em 2013, de 53,7 milhões de toneladas

Terminal de Contêineres de Paranaguá (PR) bate recorde de movimentação de cargas refrigeradas
Infraero Investirá US$ 300 milhões em logística de cargas
Libra Terminais Santos bate recorde sul-americano de produtividade

tecondi-porto-santos

A Codesp (Companhia Docas do Estado de São Paulo) informou nesta semana que o Porto de Santos alcançou o seu maior movimento de cargas para o primeiro semestre do ano, somando 55,2 milhões toneladas.

O índice aponta que o volume movimentado supera em 2,6% o recorde anterior, registrado em 2013, de 53,7 milhões de toneladas.

A expectativa no início do ano era de que a movimentação superasse 54,0 milhões de toneladas.

“O resultado foi ainda mais expressivo do que havíamos projetado e decorreu, principalmente, do aumento verificado nas exportações, que cresceram 6,1% em relação a 2014”, explica o diretor presidente da Codesp, Angelino Caputo.

O complexo soja foi o destaque, com embarque de 13,6 milhões de toneladas, ficando 3% acima do ano anterior. O açúcar, segunda carga de maior movimento, atingiu 7,2 milhões de toneladas, acréscimo de 2,4%.

Outra carga que se projetou foi o óleo combustível, com alta de 19,7% no semestre, em relação a 2014, caracterizando-se como a terceira carga mais movimentada em 2015, com 1,2 milhão de toneladas.

A movimentação de cargas conteinerizadas também registrou recorde para o período, com a marca de 1,8 milhão TEU (unidade equivalente a 20 pés), alta de 6,6% em relação a 2014 (1,7 milhão TEU, a maior movimentação de contêineres no Porto de Santos até então).

Nas importações, o complexo portuário santista registrou aumentou de 0,5% em relação a 2014. O fluxo de navios cresceu 0,2% no semestre, totalizando 2.555 embarcações atracadas, contra 2.549 em 2014.

COMMENTS