Brasil poderá colher safra de quase 205 milhões de toneladas em 2015

Estimativa do IBGE é 5,9% maior em relação a 2014, quando foram somadas 192,9 milhões de toneladas

MT apresenta atraso na exportação de soja, mas cresce faturamento
Brasil descarta corretamente 32 mil toneladas de embalagens de agrotóxicos em 2013
Agronegócio atinge 51,5% das exportações brasileiras em maio

soja-colheita-safra

Segundo um balanço divulgado nesta quinta-feira (11/6) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o Brasil poderá colher em 2015 uma safra de 204,3 milhões de toneladas, 5,9% maior em relação a 2014, quando foram somadas 192,9 milhões de toneladas.

A estimativa de maio para este ano é 1,7% maior (3,3 milhões de toneladas) que a previsão divulgada em abril.

A avaliação da área a ser colhida é de 57,5 milhões de hectares, 2% mais que a área de 2014, com acréscimo de 11.585 hectares em relação ao mês anterior.

O arroz, o milho e a soja são os três principais produtos deste grupo, que, somados, representaram 91,9% da estimativa da produção e responderam por 86% da área a ser colhida.

O destaque deste ano da safra é a soja, seguida do trigo. O milho é a segunda safra, com mais três milhões de toneladas. Também houve aumento significativo nos números que contemplam o arroz, algodão e aveia.

Em relação a 2014, houve acréscimos de 5,4% na área da soja e de 0,8% na área do milho. Já na de arroz houve redução de 3,4%. No que se refere à produção, houve acréscimos de 2,1% para o arroz, 11,4% para a soja e de 0,4% para o milho, de acordo com o IBGE.

A maior produção deve vir da região Centro-Oeste, onde estima-se que serão colhidas 84 milhões de toneladas de cereais, leguminosas e oleaginosas. Para o Sul, a estimativa é de 77,1 milhões de toneladas, para o Sudeste, de 18,7 milhões de toneladas, e para o Nordeste, de 18,5 milhões de toneladas. Já a produção esperada para o Norte é de seis milhões de toneladas.

COMMENTS