Transporte aéreo de passageiros cresce 4,1% em fevereiro e acumula 17 meses de aumento

Transporte aéreo de passageiros cresce 4,1% em fevereiro e acumula 17 meses de aumento

Dados da Agência Nacional de Aviação Civil apontam que a marca consolidada foi a maior para o mês em dez anos de análise

DHL anuncia nova rota ligando China, EUA e Alemanha
Gol ampliará espaço entre poltronas das aeronaves
Aeroporto de Rio Branco (AC) ganha reforma e ampliação

passageiros-aeroporto-dentr

A Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) divulgou na segunda-feira (6/4) os dados referentes ao desempenho do transporte aéreo de passageiros ao longo do mês de fevereiro. O balanço constatou que a demanda pela modalidade cresceu 4,1% no período, se comparado com o mesmo mês de 2014. Esta medida é feita em RPK, que significa considerar a relação entre o número de passageiros pagantes e a distância de cada voo.

Já são 17 meses consecutivos de crescimento e a marca foi a maior para o mês em dez anos. Já a oferta, que analisa a quantidade de assentos disponíveis por quilômetros percorridos, apresentou acréscimo de 4,7%.

A taxa de aproveitamento das aeronaves em voos domésticos foi de 80%, 0,6% menos que em fevereiro do ano passado, o que resultou na primeira queda do indicador em 18 meses de análise.

Em comparação com fevereiro de 2014, a demanda por voos internacionais registrou a décima segunda alta mensal consecutiva: 31,5%. A oferta cresceu 26,9%. Os números foram os mais altos para o mês em dez anos. A taxa de aproveitamento alcançou 80,3%. Ao todo, foram transportados 570,5 mil passageiros em voos internacionais.

Ainda conforme a Anac, entre janeiro e setembro de 2014, o modal aéreo liderou o transporte interestadual de passageiros. As aéreas foram a opção de 62,6% dos que viajaram dentro do Brasil no período. Já o rodoviário foi a alternativa escolhida por 37,4% dos passageiros.

Segundo a Iata (Associação Internacional do Transporte Aéreo, na sigla em inglês), a demanda por viagens domésticas e internacionais cresceu 6,2% no mundo, em fevereiro. A taxa de ocupação dos voos ficou na marca de 78,5%. A oferta de assentos aumentou 5,6%.

COMMENTS