Scania registra aumento de 9,1% no lucro líquido no 1º trimestre

Apesar do resultado positivo, vendas globais diminuíram 7% ao longo do período analisado

Metalesp apresenta nova linha de tanques
JSL amplia rede de aluguel de caminhões
Isenção de IPI para caminhões é prorrogada para 31 de dezembro de 2011

scania-streamline-caminhao

A montadora Scania anunciou no dia 23/4 que houve um aumento de 9,1% em seu lucro líquido no primeiro trimestre, o que resultou em aproximadamente € 183 milhões contra € 167,6 milhões em relação ao período do ano passado.

O faturamento líquido total subiu 5,6% no período, para € 2,4 bilhões, mesmo com as vendas globais diminuindo 7% nos três primeiros meses do ano, chegando a pouco mais de 17,5 mil unidades (caminhões e ônibus). O resultado é reflexo da baixa de 4% das encomendas, que passaram de 21 mil para 20,2 mil unidades neste primeiro trimestre.

Os mercados latino-americanos consumiram 1,7 mil caminhões nos três primeiros meses de 2015 – há um ano este volume era de 4,3 mil. Já na Eurásia, foram 582 unidades contra as 1,4 mil de um ano atrás.

As encomendas na Europa aumentaram, registrando o nível mais elevado desde 2007, e muito do crescimento ocorreu por conta da transição para a legislação Euro 6 e por uma ampla linha de motores para combustíveis alternativos. Já o total de encomendas de caminhões no geral comparado ao registrado no trimestre anterior diminuiu ligeiramente durante os primeiros três meses do ano, afetado principalmente pelo desempenho na América Latina e na Eurásia.

O negócio de ônibus permaneceu estável, registrando aumento na América Latina e declínio na Ásia, comparado aos números do trimestre anterior. Para motores, permanece o nível elevado do último trimestre do ano anterior, impulsionado pelos resultados na América Latina.

“Os efeitos positivos das taxas de câmbio foram neutralizados por um declínio no fornecimento de veículos, principalmente na América Latina e na Eurásia”, afirma Per Hallberg, presidente e CEO interino da montadora.

COMMENTS