Brasil colherá mais de 200 milhões de toneladas de grãos na safra 2014/2015

Conforme balanço da Conab, estimativa é que seja atingido o volume total de 200,7 milhões de toneladas, o que representa um acréscimo de 3,6% em relação a 2013/14

Fluxo de veículos nas rodovias pedagiadas sobe 1,1% em outubro
Fluxo de veículos nas rodovias privadas cai 3,6% em fevereiro
Preço de locação de condomínios logísticos recua 6,5% no 1º semestre

soja-colheita-safra

De acordo com o último levantamento da Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), divulgado no dia 10/4, o Brasil vai romper pela primeira vez a barreira das 200 milhões de toneladas de grãos produzidas durante a safra 2014/2015.

A estimativa é que seja atingido o volume total de 200,7 milhões de toneladas, o que representa um acréscimo de 3,6% (7,1 milhões de toneladas) em relação a 2013/14, quando foram colhidos 193,6 milhões de toneladas.

As estimativas para a soja sofreram os principais reajustes. O Brasil colherá 94,28 milhões de toneladas do graos, ante 93,26 milhões da previsão de março.
“Mesmo enfrentando problemas climáticos em janeiro, que influenciaram a expectativa de produtividade em Minas Gerais, Goiás, no Maranhão e Pará, o incremento deve ser de 9,5% ou o equivalente a 8,2 milhões de toneladas, levando a uma produção de 94,28 milhões de toneladas”, informa a estatal, em nota.

A safra total de milho foi revista para 78,99 milhões de toneladas, ante 78,21 milhões em março. A primeira safra renderá 30,2 milhões de toneladas, enquanto a safrinha vai somar 48,6 milhões de toneladas do cereal. No agregado a produção está 1,3% menor do que no ano passado, quando foram produzidas 80,052 milhões de toneladas do grão.

A safra de arroz foi elevada em 2,3% ante 2013/14, para 12,15 milhões de toneladas. A produção de algodão pode cair 13%, para 1,51 milhão de toneladas entre os dois períodos. Já a produção total de feijão deve diminuir 1,6%, chegando a 3,40 milhões de toneladas.

COMMENTS