42º Leilão de Biodiesel negocia 671,3 milhões de litros do combustível

Segundo a ANP, 37 produtores ofertaram 824 milhões de litros, e quantidade arrematada garantirá o abastecimento do mercado nacional entre maio e junho

Etanol deixa de ser financeiramente vantajoso em 23 estados
Caminhão tanque de abastecimento de aeronaves da Arxo atende Aeroporto de Congonhas (SP)
BR-101 e BR-116 têm o diesel mais barato, segundo levantamento da Ticket Car

bunge-biodiesel-1

A ANP (Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) divulgou, no dia 1º de abril, que o 42º Leilão de Biodiesel arrematou 671,3 milhões de litros de biodiesel.

As ofertas foram apresentadas à ANP no dia 27/3, e 37 produtores ofertaram 824 milhões de litros. O leilão tem o objetivo de garantir o abastecimento do mercado nacional entre maio e junho deste ano. O resultado só será validado após a homologação pela diretoria da agência, ainda sem data prevista.

A reguladora afirma que o valor total negociado chegou a R$ 1,36 bilhão. O preço médio obtido foi de R$ 2,021 por litro, sem levar em consideração a margem da Petrobras, o que representa um deságio médio de 18,59% na comparação com o preço máximo de referência, de R$ 2,483 por litro.

99,7% do volume arrematado tinha origem de produtores certificados pelo selo Combustível Social.

Os leilões atendem à legislação referente à mistura obrigatória de 7% de biodiesel ao óleo diesel vendido ao consumidor final desde novembro de 2014.

COMMENTS