MDIC afirma que aprovará programa de renovação de frota de caminhões

MDIC afirma que aprovará programa de renovação de frota de caminhões

Ministério também estuda ampliação da participação do BNDES nos financiamentos de implementos rodoviários para até 80% do valor do bem, diz Anfir

Ano começa bem para a indústria de implementos rodoviários
Implementos: pesados seguem em franca expansão
Setor de implementos rodoviários prevê retração em 2014

caminhao-implemento-granale

Segundo a Anfir (Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários), em reunião realizada nesta quarta-feira (25/3), o ministro do MDIC (Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior), Armando Monteiro, se comprometeu com a aprovação do programa de renovação de frota de caminhões, que também contempla a substituição de implementos rodoviários antigos por modelos mais novos e seguros.

A associação calcula que a medida represente, já no primeiro ano de sua aplicação, cerca de mais de mil unidades emplacadas de reboques e semirreboques.

O setor aguarda a implementação do programa desde o ano passado, diante da desaceleração da economia e da baixa confiança da indústria. Este segmento registrou uma queda de 41% na produção e nas vendas no primeiro bimestre de 2015, na comparação com o mesmo período de 2014. Foram 14.728 unidades produzidas nos primeiros dois meses do ano, ante 24.987 em janeiro e fevereiro de 2014.

No encontro, o ministro também disse que vai estudar a ampliação da participação do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) nos financiamentos de implementos rodoviários para até 80% do valor do bem. A nova regra da linha de financiamento PSI/Finame, implementada no início do ano, estabelece a parcela financiável em 70% para pequenas e médias empresas e em 50% para grandes empresas. Até o final de 2014, esse porcentual era de 100% do valor do bem.

COMMENTS