Gasolina terá 27% de etanol a partir de 16/3

Gasolina terá 27% de etanol a partir de 16/3

Deverá ser preservada a gasolina Premium (de alta octanagem), com teor de 25% de etanol anidro

Dez concessionárias perdem batalha na Justiça por revisão da cobrança de pedágios em SP
Contran volta atrás e suspende terceira placa por tempo indeterminado
IPI deve ser cobrado sobre valor final do produto

aumento-diesel-gasolina

O ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, anunciou na quarta-feira (4/3), que o governo federal decidiu elevar a quantidade de etanol anidro, que é misturado à gasolina, dos atuais 25% para 27%. A medida passará a valer no dia 16/3.

A Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores) e a Unica (União da Indústria de Cana-de-Açúcar) emitiram comunicado junto ao governo, e nele manifestam concordância com a alteração da mistura.

Também ficou entendido que deverá ser preservada a gasolina Premium (de alta octanagem), com o teor de 25% de etanol anidro.

Braga afirma que a medida está de acordo com a política energética nacional, “que prevê o estímulo à participação de fontes renováveis de energia e ainda contribui para melhorar a competitividade do setor do etanol”.

Estudos realizados pela Petrobras, solicitados pelo MME (Ministério de Minas e Energia), apontaram que não há problemas técnicos decorrentes da utilização de gasolina com adição maior de álcool.

Sobre o abastecimento do mercado, o Ministério informou que há estoques de etanol anidro disponíveis para a alteração da mistura sem riscos ao abastecimento do mercado interno.

Com informações da CNT

COMMENTS