Portos paranaenses terminam 2014 com 45,5 milhões de toneladas movimentadas

Portos paranaenses terminam 2014 com 45,5 milhões de toneladas movimentadas

Resultado é 1,3% abaixo do que o registrado em 2013, quando foram movimentadas 46,1 milhões de toneladas

DTA Engenharia vence licitações portuárias de mais de R$ 55 mi em SP e PR
Portos paranaenses fecham setembro com 35 milhões de toneladas movimentadas
Portos do PR movimentam 35,4 milhões de toneladas de cargas de janeiro a setembro

Antonina

Os portos de Paranaguá e Antonina, ambos do Paraná, encerraram 2014 com 45,5 milhões de toneladas de cargas movimentadas, 1,3% abaixo do que o registrado em 2013, quando foram movimentadas 46,1 milhões de toneladas em cargas.

Ao longo do ano, os portos paranaenses exportaram 27,9 milhões de toneladas e importaram outras 17,1 milhões de toneladas.

A movimentação de carga geral é o principal destaque, com aumento de 3,9%, passando das 9,043 milhões de toneladas exportadas ou importadas em 2013 para 9,396 milhões de toneladas movimentadas em 2014.

No segmento de graneis sólidos, foram movimentados 31,230 milhões de toneladas ao longo dos 12 meses do ano, 2% a maior do que foi registrado em 2013, quando foram consolidadas 31,909 milhões de toneladas.

Entre os graneis líquidos, a movimentação em 2014 foi de 4,471 milhões de toneladas, 7% abaixo das 4,803 milhões de toneladas de 2013.

A soja foi a carga mais exportada: 7,5 milhões de toneladas. Farelo (5,179 milhões de toneladas), açúcar (4,399 milhões de toneladas) e milho (4,204 milhões de toneladas) completam a lista de principais produtos.

Na importação, os fertilizantes representaram mais da metade da carga importada pelos portos paranaenses, com 9,698 milhões de toneladas.

Sobre entrada e saída de veículos, houve um total de 37 mil unidades exportadas e 82 mil unidades importadas.

Já no segmento de contêineres, foram movimentados 757 mil TEUs (unidade de medida equivalente a contêineres de 20 pés) no total. A movimentação foi 2,4% maior, sendo que no ano anterior a marca foi de 739 mil TEUs.

Na exportação, a alta foi de 7,1%, com 380 mil TEUs movimentados ao longo do ano. Na importação, foram 377 mil TEUs, registrando uma queda de 1,9%.

COMMENTS