Scania apresenta ônibus movido a biometano

Montadora testa no Brasil veículo sueco movido a combustível produzido a partir de dejetos de aves poedeiras

TAM Linhas Aéreas recebe prêmio por gestão de combustível
Petrobras assina contratos para a construção de dois novos módulos no pré-sal da Bacia de Santos
ANP muda resolução e diesel menos poluente será oferecido em mais 700 cidades

scania-onibus-combustivel

A montadora Scania colocou em circulação no Brasil o primeiro ônibus movido a biometano da história da indústria de veículos comerciais. Produzido a partir de dejetos de aves poedeiras, o gás é filtrado e envasado, antes de ser transportado para Foz do Iguaçu (PR), primeira cidade onde o ônibus foi utilizado em demonstração.

“Fabricado na Suécia, o veículo atende à normativa Euro 6 e é considerado um dos mais modernos do transporte público do mundo, com motor dedicado ao uso tanto do com GNV (Gás Natural Veicular) quanto do biometano como combustível. Ele emite 70% menos poluentes que um similar a diesel”, explica Silvio Munhoz, diretor de Vendas de Ônibus da Scania no Brasil.

O objetivo da parceria é demonstrar a viabilidade da aplicação do biometano na mobilidade urbana, para que ele possa ser integrado à matriz de combustíveis do País.

A ANP (Agência Nacional do Petróleo) está com uma consulta pública aberta para regulamentar o uso do combustível.

O ônibus deverá seguir para os Estados do Rio Grande do Sul, São Paulo, Paraná e Rio de Janeiro para mostrar a aplicação da tecnologia tanto em rotas urbanas.

O projeto é uma parceria da fabricante de veículos com a Itaipu Binacional, o CIBiogás-ER (Centro Internacional de Energias Renováveis-Biogás), a FPTI (Fundação Parque Tecnológico Itaipu) e a Granja Haacke, de Santa Helena (PR), responsável pelo fornecimento do biometano.

COMMENTS